Anúncio
Anúncio

A torcida do Fluminense, nos últimos dias, ficou na expectativa da contratação de um autêntico camisa 10 e dois nomes surgiram como possibilidades: Nenê, atualmente na reserva do São Paulo, e Paulo Henrique Ganso, liberado pelo Sevilla-ESP para acertar um vínculo de empréstimo de um ano. Os tricolores aguardavam somente por um dos dois, mas, em entrevista concedida à Rádio Globo neste domingo, o diretor-executivo do clube, Paulo Angioni, mesmo garantindo que o patamar financeiro estabelecido não será ultrapassado, deixou aberta a possibilidade de ambos desembarcarem nas Laranjeiras nos próximos dias.

"Ganso é uma situação tranquila para nós. Quando foi feita a operação do Sornoza, ficou embutido dois jogadores. Com eles não vindo, fica o recebimento de crédito.

Advertisement

O Ganso vem para o Fluminense, se vier, em uma situação bem confortável. É óbvio que o Ganso é caro, mas o Fluminense está trabalhando em cima do seu limite. A situação do Nenê está no mesmo pacote. Tanto um, como outro, não foi procura nossa", explicou o dirigente, que fez questão de ressaltar a vontade dos atletas em estarem no Flu.

"Alardeia-se que o jogador não quer vir. Às vezes, tem sim. Mas deixar de jogar em um clube como o Fluminense, com a historia e grandeza, não existe. Foram desejo deles de jogar no Fluminense [VIDEO]", reiterou.

Clube necessita de ajuda de Sevilla e São Paulo para fechar negociações

Para trazer Ganso, o Fluminense [VIDEO] poderá ter uma ajuda do Sevilla nos pagamentos dos salários. Já a situação de Nenê depende de um acordo com o São Paulo. Também para a função de meia, quem deve chegar é Caio Henrique, atleta cujos direitos federativos pertencem ao Atlético de Madrid, da Espanha, mas que, em 2018, atuou emprestado ao Paraná.

Advertisement

Até o momento, o clube carioca trouxe o goleiro Agenor (ex-Joinville, Sport e Guarani), o lateral-direito Ezequiel (ex-Cruzeiro), o zagueiro Matheus Ferraz (ex-Santos, Sport e América-MG), o volante Bruno Silva (ex-Botafogo e Cruzeiro), os atacantes Matheus Gonçalves (ex-Sport) e Yony Gonzalez (colombiano vice da última Sul-Americana pelo Junior Barranquilla) e o centroavante Luiz Felipe (ex-Internacional).

O Fluminense entra na última semana de preparação para a abertura oficial da temporada de 2019. No sábado, às 19h (de Brasília), o Tricolor das Laranjeiras encara, no Maracanã, o Volta Redonda pela primeira rodada do Campeonato Carioca. A equipe verde, branco e grená ainda disputará, ao longo desse ano, a Copa do Brasil, a Copa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro.