Publicidade
Publicidade

Uma manhã de sábado bem agitada no Fluminense. Nos bastidores, o destaque ficou por conta do anúncio oficial da permanência do volante Dodi. No clube desde 2018, o volante teve seus direitos adquiridos em definitivo junto ao Criciúma e assinou um vínculo de dois anos com a equipe das Laranjeiras.

Sem se firmar como titular absoluto, Dodi entrou em campo com a camisa tricolor por 18 partidas no ano passado. Não marcou gols em confrontos oficiais.

Enquanto isso, dentro de campo, o técnico Fernando Diniz dirigiu o time no segundo jogo-treino da temporada no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca.

Publicidade

Após vencer a Cabofriense por 1 a 0, gol marcado, curiosamente, por Dodi, o Fluminense, dessa vez, teve mais facilidade para derrotar o Mageense, equipe amadora do Futebol do Rio de Janeiro, pelo placar de 4 a 1. Yony Gonzalez, Luciano, Luiz Fernando e João Pedro garantiram o resultado para o Tricolor.

Em relação ao primeiro jogo-treino, a equipe titular teve uma mudança. No meio, Daniel Simões, único apoiador especialista, até o momento, no elenco, ganhou uma oportunidade desde o início na vaga de Matheus Gonçalves.

De resto, nenhuma modificação, inclusive com Ezequeil mantido na lateral-direita, substituindo Gilberto, que está na reta final de recuperação de um problema no tornozelo.

O Fluminense iniciou o jogo-treino com Rodolfo; Ezequiel, Digão, Ibanez e Marlon; Airton, Bruno Silva e Daniel; Yony Gonzalez, Everaldo e Luciano.

No domingo, acontece a primeira folga desde a volta das férias. A estreia oficial do Fluminense em 2019 será no próximo dia 19 de janeiro, encarando, a partir das 19h (de Brasília), no Maracanã, o Volta Redonda pela rodada de abertura do Campeonato Carioca.

Publicidade

Nenê segue interessando ao Fluminense

Na última sexta, circularam várias informações de que Paulo Henrique Ganso estaria muito perto de ser anunciado como o novo camisa 10 do Fluminense. No entanto, o agora são-paulino e ex-atleta do Vasco, Nenê, continua na mira do clube das Laranjeiras. Segundo reportagem do Lancenet, operação é tratada com cautela por conta das dificuldades financeiras atravessadas pelo Tricolor.

Diante do quadro negativo, o tempo é o maior aliado do Flu para obter êxito nessa transação.

O primeiro passo é saber se ele, realmente, desejaria voltar para o Rio de Janeiro. Caso a resposta seja afirmativa, o clube se vende como uma boa oportunidade para a carreira do meio-campista de 37 anos, mostrando que ele terá a chance de uma nova temporada em alta, além de ser o líder.do elenco.

No momento, Nenê está com o São Paulo na Florida Cup, sendo, inclusive, o autor do gol da equipe no Morumbi na derrota de 2 a 1 para o Eintracht Frankfurt, da Alemanha, na última quinta. Na ocasião, o meia, em entrevista coletiva, confirmou a procura do Fluminense, mas negou haver ter recebido qualquer proposta oficial.

Publicidade

"Houve o contato, sim, mas até agora não teve nada de concreto. Estou com a cabeça tranquila. Essas coisas eu deixo para meu empresário e a diretoria", resumiu o apoiador.