Anúncio
Anúncio

Na manhã desta quinta-feira, a Rede Globo, através de sua página no Twitter, atualizou o seu pacote de vendas de pay-per-view para o próximo Campeonato Brasileiro e a curiosidade ficou por conta da ausência do atual campeão nacional, o Palmeiras. Além dele, o Athletico-PR, o Botafogo-SP, o Operário-PR, o Vitória, o Cuiabá e o Sport-PE, os cinco últimos da Série B, também não fazem parte da lista.

A intenção da emissora carioca é fechar todas as pendências até o final de abril, pouco antes do começo do Brasileirão. Existem dois fatores que vêm travando o acordo: o contrato dos times com o Grupo Turner e o percentual definido para o pay-per-view.

Até o momento, América-MG, Atlético-GO, Atlético-MG, Avaí, Bahia, Botafogo, Brasil de Pelotas, Bragantino, Ceará, Chapecoense, Corinthians, CRB, Criciúma, Cruzeiro, CSA, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Grêmio, Guarani, Internacional, Londrina, Oeste, Paraná, Ponte Preta, Santos, São Bento, São Paulo, Vasco e Vila Nova têm contrato de transmissão no Premiere, canal pay-per-view das Organizações Globo.

Anúncio

Conmebol também divulga transmissões da Libertadores

Ainda dentro da pauta transmissões esportivas, a Conmebol, durante evento realizado na última quarta, divulgou a venda do pacote da Taça Libertadores de 2019. A principal competição do futebol sul-americano, nessa edição, terá várias novidades. A principal delas é a possibilidade de jogos serem exibidos pelas páginas dos clubes participantes no Facebook.

Outra inovação é que a Globo, única emissora de TV aberta no território brasileiro, poderá transmitir apenas um jogo por semana, sempre às quartas-feiras. Nos anos anteriores, ela exibia uma partida para o Rio e outra para o Estado de São Paulo. Jogos na terças e nas quartas, na TV Fechada, serão divididos entre Sportv e Fox Sports.

Anúncio

As quinta-feira pertencem exclusivamente ao Facebook.

As imagens utilizadas serão padronizadas para as partidas do Sportv, Fox Sport, Globo e Facebook, uma vez que, a partir de agora, a produção é de responsabilidade única da Conmebol . Em entrevista ao Uol Esporte, o diretor de competições da Libertadores, Frederico Nunes, tal medida é necessária para o público se tornar mais íntimo do trabalho do departamento de comunicação da Conmebol.

"Objetivo é que as pessoas quando assistam pelo Facebook, ou por qualquer plataforma, saibam que é uma transmissão de jogo da Libertadores", resumiu o dirigente.

Palmeiras, Flamengo, Grêmio, Cruzeiro, Atlético-MG, São Paulo e Athlético-PR são os representantes brasileiros na Libertadores de 2019.

Anúncio