Com fortes dores na coxa direita, Digão precisou ser substituído pro Léo Santos antes do final da partida do último domingo, quando o Fluminense, no Maracanã, derrotou a Cabofriense por 2 a 1. Nesta segunda, porém, ao chegar para o treino de reapresentação do elenco no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, o zagueiro relatou que o incômodo no local diminuiu bastante, aumentando, assim, as suas chances de estar no confronto de quinta, às 20h (de Brasília), no Elcyr Resende, em Bacaxá, distrito de Saquarema, diante do Boavista, válido pela antepenúltima rodada da fase de classificação da Taça Rio, terceiro turno do Campeonato Carioca.

Publicidade
Publicidade

No início da temporada, Digão sofreu uma lesão na coxa e desfalcou o Flu por quatro jogos na temporada. Ele ainda passará por avaliação médica para saber se terá ou não condições de entrar em campo. Caso não atue, a tendência é pela manutenção de Léo Santos na zaga ao lado de Matheus Ferraz.

Somando sete pontos, o Fluminense lidera o Grupo B e, vencendo o Boavista, dará um grande passo para garantir presença nas semifinais da Taça Rio. Lembrando que, no próximo domingo, a partir das 19h (de Brasília), o Tricolor, no Maracanã, terá o clássico contra o Botafogo.

Incômodo melhora, mas Digão segue como dúvida para quinta. (Foto: Divulgação/Lucas Merçon)
Incômodo melhora, mas Digão segue como dúvida para quinta. (Foto: Divulgação/Lucas Merçon)

Artilheiro do Flu em 2019, Luciano confirma viver melhor fase na carreira

Com sete gols, quatro pelo Estadual do Rio e três na Copa do Brasil, Luciano é, por enquanto, o artilheiro do Fluminense na temporada de 2019. Em entrevista concedida ao portal Lancenet, o camisa 18 disse estar vivendo a melhor fase na carreira e espera manter o ritmo ao longo do ano.

"Importante estar marcando. Quero agradecer a Deus e meus companheiros. Trabalho difícil que a gente está fazendo.

Publicidade

Sem dúvida, é minha melhor fase na carreira e espero que continue até o fim da temporada", resumiu o atacante.

Revelado pelo Corinthians, Luciano chegou a Flu no segundo semestre do ano passado. Emprestado pelo Fenerbahçe, da Turquia, ele tem vínculo com o Tricolor até o final de 2021.

Além de Luciano, Yony Gonzalez é o outro grande destaque do sistema ofensivo do Fluminense, enquanto Pedro, que está em fase final de recuperação de uma cirurgia reparadora de um estiramento ligamentar no joelho direito, não retorna aos gramados, o que deve ocorrer no final do próximo mês de abril.

Para Fernando Diniz, o rendimento dos atacantes pode crescer ainda mais com o passar dos jogos.

"Os jogadores vão ganhando mais entrosamento, esperamos evoluir com o tempo", disse o treinador em entrevista coletiva após a vitória sobre a Cabofriense no domingo.

Leia tudo e assista ao vídeo