Na última quarta-feira (20), um um torcedor do Flamengo, que decidiu externar sua raiva com o time, onfendeu um comentarista esportivo e foi desligado da empresa em que trabalhava.

O desentendimento começou quando o jornalista da ESPN Brasil e blogueiro do portal UOL, Mauro Cezar Pereira, comentava via Twitter a atuação do Flamengo diante do Madureira, jogo válido pela quinta rodada da Taça Rio, que estava sendo disputado no estádio do Maracanã. Como lhe é peculiar, o comentarista não economizou críticas ao time dirigido por Abel Braga, o que provocou a ira de um torcedor.

Publicidade

“Vt... era para estar 7 x 1 vc é um b...”, escreveu Reginaldo Guilarducci. O comentarista, que costuma rebater ofensas, usou da ironia para responder ao torcedor e questionou se na empresa em que ele trabalhava, era estimulado a xingar pessoas por discordar em algo sobre Futebol.

A troca de farpas chegou até a empresa ArcelorMittal, multinacional indiana a qual trabalhava. A empresa decidiu desligar o funcionário, que retornou ao Twitter de Mauro César para “agradecer” a demissão. “Obrigado Mauro Cezar. Acabo de ser desligado da empresa”, escreveu.

Pedido de desculpas

O torcedor e jornalista chegaram a conversar por telefone e Guilarducci, após se desculpar, pediu para que Mauro telefonasse para a empresa e tentasse reverter a situação. O jornalista entrou em contato com a multinacional e informou que aceitava o pedido de desculpas do torcedor, que também recebeu muitas mensagens de solidariedade de outros flamenguistas.

No entanto, toda a comoção não convenceu a empresa. Em nota à imprensa, a ArcelorMittal informou que o manterá fora de seu quadro de funcionários e que a tomada da decisão “não levou em consideração este fato de forma isolada”.

Publicidade

Falando ao UOL Esporte, o jornalista afirmou que não tinha a intenção de causar a demissão do torcedor ao questionar a ofensa, mas sim fazer um gesto educativo. Para ele, as pessoas precisam entender que a internet não é "terra de ninguém". E diz: “Espero que (o torcedor) amadureça e aprenda essa lição. E que outros por aqui também aprendam”.

O torcedor tem um histórico em rede social de xingamentos a jornalistas, também de outras emissoras, quando discorda das opiniões emitidas. Os jornalistas Eric Faria e Flávio Gomes também eram alvos de Guilarducci.