Diante das incertezas que compõem o elenco do Flamengo nesta Copa Libertadores 2019, uma série de dúvidas firmam acordo com o atual momento rubro-negro na principal competição que tem a disputar neste ano.

A expulsão de Gabriel Barbosa expõe a fragilidade do clube para manter calmo e não cair na pilha dos sul-americanos, uma coisa que já vem ocorrendo com certa frequência nas vezes que o clube disputou a Libertadores. Somente neste século, o time carioca acumula 13 cartões vermelhos nesta competição.

Publicidade
Publicidade

Sina começou em 2002

A primeira das participações da equipe rubro-negra nos anos 2000 foi na temporada de 2002. Naquela oportunidade a equipe precisava de uma vitória para conseguir a classificação nas oitavas de final da competição, mas as expulsões de Leandro Machado e o Juan, este último que ainda compõem o elenco atual, complicaram os planos do time. Outro caso emblemático que compõem essa ingrata lista ocorreu em 2008.

Publicidade

Depois de fazer uma ótima fase de classificação, o Flamengo enfrentou o América do México, jogo que foi marcante para um jogador: Salvador Cabañas, que marcou dois gols e ajudou a eliminar o Rubro-Negro em pleno Maracanã, em jogo que teve a expulsão do lateral Juan, não confundir com o zagueiro, que havia sido expulso em 2002.

Ainda naquela edição da Libertadores, Toró e Léo Moura também foram para o chuveiro mais cedo após serem expulsos no jogo contra o Nacional do Uruguai.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Flamengo

Willians em dose dupla em 2010

Dois anos depois o Flamengo estava de volta a Libertadores e não demorou muito para ficar com um jogador a menos em campo. Willians foi expulso na primeira partida da fase de grupos. Na segunda rodada da fase de grupos foi a vez de Toró receber cartão vermelho, mas o Flamengo venceu por o Caracas por 3 a 1.

Classificado para as oitavas, Rubro-Negro encarou o Corinthians e teve Michel expulso, mesmo assim venceu o time paulista por 1 a 0.

Nas quartas de final Willians viria a ser expulso pela segunda vez na competição, m jogo contra o Léon, do México.

Em 2017 o Flamengo voltou a disputar a Copa Libertadores e mais uma vez não avançou no mínimo as oitavas de final daquele ano. O maior problema que atrapalhou o andamento foi a expulsão de Berrío, principal contratação do ano de 2017 após se destacar pelo Atlético Nacional. O cartão vermelho foi recebido no jogo diante da Universidad Católica, onde o time brasileiro perdeu por 1 a 0.

Publicidade

Se empatasse teria avançado.

Por fim nesta semana, quando ocorreu o confronto entre Flamengo e Peñarol, Gabigol perdeu a cabeça e foi expulso. Com isso, o time Uruguaio aproveitou a vantagem numérica para fazer o gol da vitória por 1 a 0. Com o resultado, o Flamengo para o segundo lugar do grupo D, com seis pontos em três jogos disputados..

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo