No próximo domingo, a partir das 19 horas (de Brasília), o Fluminense encara, no Maracanã, o Goiás pela rodada de abertura do Campeonato Brasileiro. Querendo demonstrar força, um grupo de torcedores, chamado “Mobilização Tricolor”, está organizando uma grande manifestação de apoio ao time dirigido por Fernando Diniz.

De acordo com informações do site Globo Esporte, a ideia é realizar a “Festa das Bandeiras”, na qual havará a distribuição de centenas de pequenas bandeiras com as cores do clube para o público presente às arquibancadas do Maracanã.

Publicidade
Publicidade

Para viabilizar tal intenção, o "Mobilização", através das diversas redes sociais, vem solicitando uma contribuição financeira para a aquisição de materiais.

A meta estipulada de arrecadação é de R$ 4.635 e, até a última terça-feira, cerca de 52% desse valor já havia sido alcançado. Segundo os gestores do "Mobilização Tricolor", haverá uma prestação de contas após a festividade. Além do jogo contra o Goiás, os torcedores do Fluminense pretendem organizar mais duas manifestações de apoio ao grupo: contra o Botafogo, dia 11 de maio, e contra o Cruzeiro, no sábado seguinte, pelas 4ª e 5ª rodada, respectivamente, do Brasileirão.

Publicidade

Sonho com o título

Antes da bola rolar, o Fluminense não figura entre os maiores favoritos ao título do Campeonato Brasileiro, mas, dentro do elenco, há um sentimento de que isso possa acontecer. A confiança maior reside no banco de reservas. Sob o comando do técnico Fernando Diniz, a agremiação das Laranjeiras vem tendo um desempenho positivo em 2019.

Até o momento, somando Campeonato Carioca, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, o Fluminense disputou 22 jogos, obtendo 12 vitórias, seis empates e quatro derrotas, marcando 40 gols e sofrendo apenas 16.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

Durante o evento de premiação do Estadual na última segunda (22), Fernando Diniz se disse bastante feliz pela oportunidade de trabalhar no Rio de Janeiro e acredita estar no caminho certo. "De fato não esperava, quase sempre é um que chega a final que leva ou o técnico campeão. Estou lisonjeado, muito feliz de estar no Rio, que respira o Futebol", disse o treinador ao site Lance.

No ano passado, o Fluminense teve um desempenho bastante sofrível no Campeonato Brasileiro e, até a última rodada, brigou para escapar do rebaixamento.

Nas primeiras 19 rodadas, foram apenas seis vitórias, além de cinco empates e oito derrotas. Ao longo dessa campanha, o Tricolor teve três técnicos: Abel Braga (atualmente no Flamengo), Marcelo Oliveira (desempregado) e Fábio Moreno (auxiliar de Abel na Gávea).

A fraca campanha de 2018 também se repetiu na Copa do Brasil. Na ocasião, o Fluminense caiu na terceira fase após ser duas vezes derrotado pelo Avaí.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo