Em apenas 21 minutos do primeiro tempo o Grêmio vencia o jogo pelo placar de 3 a 0, mas justificando a sua alcunha de Time de Guerreiros, o Fluminense, em plena arena da equipe gaúcha, conseguiu uma virada histórica na noite deste domingo, 5, e retorna ao Rio de Janeiro com uma vitória de 5 a 4 no fechamento da terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Publicidade
Publicidade

Graças a esse resultado, o Tricolor das Laranjeiras somou seus três primeiros pontos e subiu da lanterna para o 13º lugar da principal competição do futebol nacional. Por outro lado, o Imortal do Rio Grande do Sul teve seu segundo revés atuando dentro de casa (havia perdido de 2 a 1 para o Santos na abertura da Série A) e, com apenas um ponto, é o penúltimo colocado.

Primeiro tempo de Grêmio avassalador

A partida mal havia acabado de começar e, logo aos cinco minutos, Cortês, em posição duvidosa, recebeu lançamento na esquerda e cruzou.

Pedro entrou no segundo tempo e teve participação direta na virada do Flu em Porto Alegre (Divulgação/Lucas Merçon/Fluminense FC)
Pedro entrou no segundo tempo e teve participação direta na virada do Flu em Porto Alegre (Divulgação/Lucas Merçon/Fluminense FC)

André, livre, escorou para o fundo das redes. O árbitro paulista Raphael Claus chegou a marcar impedimento, porém, alertado pelo VAR, mudou de ideia e validou o gol.

Avassalador, o Grêmio manteve o ritmo e, aos 12 minutos, aproveitando cruzamento vindo da direita, Éverton ampliou. Sete minutos depois, em uma bela trama pelo meio, Jean Pyerre entrou na área e tocou por debaixo das pernas de Rodolfo para fazer o terceiro.

O Fluminense parecia abatido.

Publicidade

Pura ilusão. Aos 38, Luciano deu um passe para Caio Henrique. O camisa 19 adentrou a área e devolveu para o companheiro, que finalizou errado, porém, para sua sorte, acabou virando uma assistência e Yony Gonzalez, de carrinho, diminuiu. Praticamente no lance seguinte, foi a vez de Luciano ser recompensado. Aproveitando um descuido de Júlio César, o atacante roubou a bola do goleiro do Grêmio e apenas rolou para a meta vazia.

Ousadia carioca premiada no fim

Na volta do intervalo, o técnico Fernando Diniz sacou Aírton e colocou Daniel Simões, que passou a dividir o papel de criação com o estreante Guilherme.

O Fluminense cresceu assustadoramente de produção e poderia ter empatado aos dois minutos em uma cabeçada fulminante de Matheus Ferras. Dessa vez, Júlio César fez uma bela defesa.

Aos nove do segundo tempo, porém, não teve jeito. Em escanteio batido pela direita por Guilherme, Luciano testou, Júlio César espalmou, mas Matheus Ferraz tocou para igualar o clássico. A bola ainda desviou na zaga gremista antes de entrar.

Vendo que o jogo estava favorável, Diniz colocou Pedro na vaga de Guilherme e, aos 26 minutos, o centroavante, batendo pênalti sofrido por Matheus Ferraz e virou o placar.

Publicidade

As emoções não pararam por aí. Aos 39, Luan, que estava no banco e entrou no lugar de Jean Pyerre, bateu escanteio e Kanneman, aproveitando descuido de Rodolfo e da zaga do Fluminense, voltou a deixar tudo empatado.

Minutos depois, Luan poderia ter recolocado o Grêmio em vantagem com uma bela finalização de cobertura. Com a ponta dos dedos, Rodolfo salvou o Flu.

Até que, aos 49, Allan bateu falta da intermediária e lançou na área. A defesa do Grêmio rebateu, mas Yony Gonzalez dominou no peito e, de canhota, chutou para garantir a primeira vitória do Fluminense no Brasileirão de 2019.

Publicidade

Aos 50 minutos, depois de um ataque gaúcho e uma consulta ao VAR sobre um provável pênalti, para a alegria dos cariocas, o árbitro Raphael Claus nada assinalou.

Próximos jogos

Pelo Brasileirão, Fluminense e Grêmio só voltam a campo no sábado. Às 16h (de Brasília), o tricolor carioca, no Maracanã, terá o clássico diante do Botafogo. Enquanto isso, o tricolor gaúcho, a partir das 19h (de Brasília), na Arena Corinthians, encara os donos da casa.

Na quarta, porém, às 19h15 (de Brasília), o Grêmio, em sua Arena, terá uma importante missão contra a Universidad Católica do Chile, precisando apenas de um empate para se garantir na segunda fase da Taça Libertadores.

Leia tudo