Encontrado morto em 19 de abril, no centro de São Paulo, na região conhecida como Cracolândia, o ex-jogador Valdiram, com passagem marcante pelo Vasco, foi espancado em razão de ter abusado sexualmente de uma menina de três anos, de acordo com informações passadas pelo delegado Vander Cristian Rodrigues, responsável pelas investigações.

Publicidade
Publicidade

Dois suspeitos pela morte do ex-atleta seguem presos.

“Temos evidências robustas nos autos de que ele praticou ato libidinoso contra a criança”, disse o delegado em entrevista do portal UOL Esporte, dizendo que duas pessoas ouvidas comprovaram os fatos. O delegado acrescentou ainda que o ex-jogador foi encontrado sem roupas.

Depoimentos e imagens de câmeras

Após colher depoimento de testemunhas e verificar as imagens de câmeras de segurança, a Polícia chegou à conclusão que o espancamento durou pelo menos três horas.

Ex-jogador foi espancado por mais de três horas, diz polícia. (Arquivo Blasting News)
Ex-jogador foi espancado por mais de três horas, diz polícia. (Arquivo Blasting News)

Ele foi encontrado em frente ao Centro de Controles de Zoonozes de Santana, na calçada da rua Santa Eulália. O abuso teria acontecido dentro de uma barraca onde eles ficavam. O espancamento teria começado por volta da meia noite.

O responsável pelo caso disse ainda que o ex-jogador foi visto andando apenas com uma camiseta, que estava sendo usada para cobrir os órgãos genitais. Há ainda o depoimento da avó dessa criança, que disse que Valdiram entrou na barraca vestindo apenas a camiseta.

Publicidade

De artilheiro da Copa do Brasil a morador de rua

Valdiram viveu o auge de sua carreira em 2006, quando foi artilheiro da Copa do Brasil jogando pelo Vasco. Apesar do sucesso no time carioca, sua carreira foi marcada por diversos atos de indisciplina e problemas com bebidas, que resultaram em dispensas de clubes. Fora do futebol , em 2011 precisou ser internado em uma clínica de reabilitação, entrou para uma igreja evangélica e até conseguiu ingressar no time do Bonsucesso, do Rio de Janeiro, mas não ficou muito tempo por lá.

Apesar de toda a ajuda que lhe foi oferecida, alguns anos depois Valdiram novamente foi encontrado morando nas ruas do Rio de Janeiro. No começo de 2018 ele recebeu auxílio do Vasco, e chegou a ser novamente internado em uma clínica de reabilitação. Ele deixou o local poucos meses depois, e conseguiu uma chance para jogar no time do Olaria, porém o vício em drogas continuou sendo mais forte, e o jogador teve uma nova recaída e também acabou dispensado.

Publicidade

Depois disso, conseguiu ajuda para viajar a São Paulo, à procura de uma irmã. Sua última aparição havia sido no final do ano passado, quando apareceu em um vídeo pedindo ajuda a ex-companheiros. Na época, ele já estava morando nas ruas da capital paulista.

Leia tudo