Sem treinador desde a decisão do Campeonato Carioca, quando demitiu Alberto Valentim, o Vasco anunciou nesta quarta-feira (8) que Vanderlei Luxemburgo será seu novo técnico para a sequência da temporada. O treinador estava sem clube desde o fim de 2017, quando deixou o comando do Sport Recife. O contrato com o Vasco é válido até o fim do ano. Junto com ele também chegam o auxiliar Maurício Copertino e o preparador físico Antônio Mello.

O novo comandante iniciará os trabalhos somente na próxima segunda-feira (13), após a quarta rodada do Campeonato Brasileiro, quando o Gigante da Colina encara o Santos no domingo (12), às 16 horas, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Depois de negar algumas vezes que estivesse negociando com o clube, foi o próprio Luxemburgo que revelou nas redes sociais a contratação. “Alô torcida do Vasco TMJ”, escreveu o técnico.

Antes de fechar com Luxemburgo, o Vasco havia tentado contratar o português Jorge Jesus, mas as conversas não evoluíram. Outros nomes que entraram na pauta vascaína foram os de Dorival Júnior, Diego Aguirre e Thiago Larghi.

O que levou o treinador a aceitar o convite

Luxemburgo assume o time do Vasco em uma situação muito complicada. Após um ótimo começo de temporada sob o comando de Alberto Valentim, quando foi campeão da Taça Guanabara, finalista da Taça Rio e do Estadual, o time caiu de rendimento e, na mesma semana, perdeu o título estadual para o rival Flamengo e foi eliminado da Copa do Brasil pelo Santos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

As motivações para o treinador aceitar o convite do cruzmaltino foram a promessa da diretoria de contratar pelo menos cinco reforços vindos do exterior e a oportunidade de se recolocar no mercado de trabalho, atuando em um grande centro, como o Rio de Janeiro.

Além disso, o perfil do treinador se encaixava no que o presidente vascaíno Alexandre Campello buscava: um técnico experiente, com vasto currículo.

O que também pesou a favor na escolha de Luxemburgo foi seu rótulo de “cascudo”.

Essa não será a primeira passagem de Luxemburgo pelo Vasco. No começo da década de 1980, ele trabalhou no clube como auxiliar-técnico.

Currículo: do Bragantino ao Real Madrid

Vanderlei Luxemburgo foi o grande treinador da década de 90. Ele começou a despontar para o Futebol em 1990, quando conquistou o título paulista dirigindo o Bragantino.

Entre 1993 e 1994 ele comandou o time do Palmeiras, bicampeão paulista e brasileiro. Após uma breve passagem pelo Flamengo e Paraná Clube em 95, voltou ao Verdão em 96 para fazer história com o ataque dos 100 gols no Campeonato Paulista.

Dirigiu o Santos em 1997, e o Corinthians em 1998, quando recebeu o convite para dirigir a Seleção Brasileira. Retornou ao Corinthians em 2001, quando foi campeão paulista.

Em 2002 teve uma nova passagem pelo Palmeiras, onde ficou pouco tempo, indo para o Cruzeiro naquele mesmo ano, onde conquistaria a tríplice coroa. Voltou ao Santos em 2004 e, no começo do ano seguinte, recebeu a oportunidade de dirigir o Real Madrid.

De volta ao Brasil em 2006, passou pelo Santos e Palmeiras e conquistou três títulos paulistas seguidos, dois com o Peixe e um com o Verdão. Desde então vieram uma sucessão de maus resultados e demissões, algo incomum em sua carreira até então. Ele passou novamente pelo Flamengo, Grêmio, Fluminense, Atlético Mineiro, Flamengo novamente, passou pelo futebol da China e, por último, dirigiu o Sport.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo