Fluminense e Ceará empataram em 1 a 1 na noite desta segunda-feira (15), no estádio do Maracanã, em jogo que encerrou a décima rodada do Campeonato Brasileiro. O destaque da partida ficou por conta do golaço de bicicleta marcado pelo zagueiro Tiago Alves para o time visitante, que ainda teve um segundo tento anulado pelo árbitro de vídeo.

O resultado não foi bom para nenhum dos times, mas também não chegou a ser um desastre.

O Tricolor chegou a nove pontos, saiu da zona de rebaixamento e agora aparece em 15º lugar. Uma posição acima está o time cearense, que agora soma 11 pontos.

Quem não gostou nada foi o torcedor do time da casa, que vaiou os jogadores que anda deixaram o gramado sob os gritos de “time sem vergonha”.

Primeiro tempo movimentado e com golaço

Com os dois times querendo se afastar da zona de rebaixamento, o jogo começou bastante movimentado.

Jogado em casa, o Fluminense era melhor na partida, criava grandes oportunidades, mas o gol foi sair apenas aos 40 minutos, quando após escanteio batido por Daniel, a bola se ofereceu para Pedro, que bem posicionado, mandou para as redes. O árbitro de vídeo ainda fez a checagem do lance, mas o tento foi validado.

No entanto, a alegria dos mais de 23 mil torcedores que compareceram ao estádio do Maracanã durou pouco.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

Já nos acréscimos, também após cobrança de escanteio, o zagueiro Tiago Alves aproveitou o bate-rebate na área para emendar uma bela bicicleta e deixar tudo igual.

Se o gol de empate já foi ruim a situação do Fluminense poderia ter ficado ainda pior se não fosse o VAR. Logo aos 13 minutos do segundo tempo o estreante Felippe Cardoso virou para o Ceará, mas após checagem o árbitro de vídeo detectou que o jogador estava em posição de impedimento no início da jogada e invalidou o lance.

Após o susto, o Fluminense aumentou a pressão e teve grande chance de marcar o segundo gol aos 41 minutos em um lance de Pedro, mas o goleiro Diogo Silva praticou grande defesa e garantiu o empate.

O que vem pela frente

As duas equipes terão uma parada dura no próximo final de semana, quando voltarão a atuar pelo Brasileirão. No sábado (20), às 11 horas, o Fluminense vai até São Januário encarar o Vasco. No mesmo dia, só que as 19 horas, o Ceará terá a missão de parar o invicto Palmeiras no Castelão.

Escalações das equipes

Fluminense: Agenor; Gilberto (Igor Julião), Digão, Nino e Caio Henrique; Yuri Lima (Marcos Paulo), Daniel e Paulo Henrique Ganso; João Pedro (Miguel), Yony González e Pedro. Técnico: Fernando Diniz

Ceará: Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Tiago Alves e João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Willian Oliveira (Fernando Sobral) e Thiago Galhardo (Felipe Baxola); Rick (Matheus Gonçalves) e Felippe Cardoso.

Técnico: Enderson Moreira

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo