O torcedor do Botafogo amanheceu com uma triste notícia nesta sexta-feira (5). Após dois meses internado no CTI do Hospital Albert Schweitzer, o ex-meia do clube nas décadas de 1970 e 1980 Mendonça morreu aos 63 anos.

Em maio deste ano o ex-jogador caiu de uma escada na estação de trem de Guilherme da Silveira, em Bangu, precisou ser submetido a uma cirurgia e seguiu internado em estado grave. Na noite de quinta-feira (4), ele havia apresentado piora em seu quadro de saúde em razão de uma infeção grave, que havia comprometido rins e fígado.

Mesmo com tratamento com antibióticos, o quadro de choque séptico não conseguiu ser revertido.

Até o final da manhã desta sexta-feira (5) não havia informações sobre o velório e sepultamento do ex-jogador.

Ídolo mesmo sem ter conquistado título

Nascido em 23 de maio de 1956, Milton da Cunha Mendonça, ou simplesmente Mendonça, defendeu o Glorioso entre 1975 e 1982 e mesmo sem ter conquistado títulos pelo clube, era apontando como um dos grandes ídolos de sua história.

"Não sei porque a torcida do Botafogo gosta tanto de mim. Nunca dei um título a eles", disse em certa ocasião. Lançado ao time profissional pelo técnico Telê Santana, ele marcou 118 gols em 342 jogos pelo clube.

O lance que marcou sua carreira no Botafogo foi em um jogo das quartas de final do Campeonato Brasileiro de 1981, na vitória de 3 a 1 diante do Flamengo, no Maracanã. Ele foi o autor do terceiro gol do alvinegro após dar um drible desconcertante em Júnior e completar para as redes com um toque de categoria, vencendo o goleiro Raul.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

A jogada em cima do então lateral da seleção brasileira ganhou o apelido de "Baila Comigo". "Acho que ele (Júnior) também nunca vai esquecer aquele dia", comentou o jogador sobre o lance.

Luta contra o alcoolismo

Além do Botafogo, o jogador também vestiu as camisas de Grêmio, Palmeiras, Santos, Inter de Limeira e São Bento de Sorocaba. No Verdão quase conquistou o único título da carreira, porém acabou sendo derrotado na decisão do Paulistão de 1986 para a Inter de Limeira.

Após encerrar a carreira, Mendonça passou a enfrentar problemas com alcoolismo e chegou a ficar 20 dias internado em um hospital e outros 40 dias em uma clínica de reabilitação. "Ele estava bebendo muito, passou a ser até no café da manhã", disse Pedro, um dos irmãos do ex-jogador. De acordo com a família, o vício em álcool foi a principal causa dos problemas de saúde de Mendonça.

Botafogo lamenta perda do ex-jogador

Pela manhã o Botafogo publicou em seu site oficial uma nota de pesar lamentando a morte de seu ex-jogador.

O clube ainda decretou luto oficial de três dias, período em que as bandeiras serão hasteadas a meio mastro.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo