O Atletismo brasileiro perdeu uma de suas grandes revelações. Finalista do Mundial Sub-18, disputado em Nairóbi, no Quênia, a atleta Alana das Neves Maranhão foi encontrada morta na noite deste último domingo (30), em sua casa em Paranavaí, cidade que fica no noroeste do Paraná. As informações foram passadas pela Polícia Civil.

O corpo da atleta foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). Um inquérito foi instaurado pela polícia, que trabalha com a possibilidade que a jovem possa ter cometido suicídio. De acordo com pessoas próximas, a jovem sofria de depressão.

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) emitiu uma nota onde lamentou a morte da atleta e prestou condolências a seus familiares.

O corpo da atleta foi velado durante esta segunda-feira (1º) na Capela Santa Maria e o sepultamento está programado para às 9h desta terça-feira (2), no cemitério municipal de Paranavaí.

Prata no Sul-Americano e finalista no Mundial

Em 2017 a atleta disputou o Campeonato Mundial Sub-18 na prova de lançamento de dardos, onde chegou até a final, terminando a competição na 11ª posição geral, atingindo a marca de 50,97 m. Ela ganhou o direito de disputar o campeonato por ser a primeira colocada no ranking brasileiro. Também no ano de 2017, quando tinha apenas 16 anos, a atleta foi medalhista de prata no Campeonato Sul-Americano Sub-18, disputado no Chile.

Corpo de jogador de basquete Maikão é enterrado

Não foi apenas o atletismo que perdeu uma jovem promessa neste final de semana.

Foi enterrado nesta segunda-feira (1º), no cemitério Nova Cachoeirinha, em São Paulo, o corpo do jogador de basquete Michael Uchendu, o Maikão, de 21 anos.

Maikão morreu afogado no último sábado (30), em uma represa de Nazaré Paulista, cidade que fica no interior de São Paulo. O ex-jogador do Bauru Basket e que estava atuando na Espanha, caiu quando andava em uma moto aquática.

Um estudante de 27 anos, cuja identidade foi mantida em sigilo, contou aos policiais que havia pegado uma moto aquática sem autorização dos responsáveis e que Maikão pediu para ir na garupa. Em um dado momento, o veículo desligou e os dois caíram na água. O estudante conseguiu voltar para a moto quando viu que o jogador estava se afogando. O jovem foi liberado após pagar fiança de um salário mínimo.

Defendendo a Seleção Brasileira, Maikão foi campeão Sul-Americano Sub-21 e ainda conquistou a medalha de bronze na Copa América Sub-18, além de um terceiro lugar no Campeonato Sul-Americano Sub-17. Em nota, a Confederação Brasileira de Basketball e a Liga Nacional de Basquete lamentaram a morte do jovem atleta.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!