Na tarde desta sexta-feira, após o treinamento realizado no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, concedeu entrevista coletiva e falou sobre diversos assuntos. O que chamou mais atenção foi em relação a contratações. Segundo o mandatário, existem conversas bastante adiantadas e, até o final de semana, novos anúncios deverão acontecer.

"Possivelmente estamos caminhando para ter dois atletas. Talvez a gente possa ter novidade. Ideia é fechar com duas contratações.

Celso (Barros, vice-presidente geral) e Paulo (Angioni, diretor-executivo de Futebol) vão explicar isso mais tarde. Podemos concluir no final de semana", disse.

Depois do goleiro Muriel, do meia Nenê e do atacante Wellington Silva, um zagueiro e um lateral-esquerdo seriam as outras posições a serem buscadas pelo Fluminense. Especificamente para a última função, há alguns dias, o nome de Júnior Tavares. jogador do São Paulo, surgiu como grande possibilidade, mas, de acordo com o próprio Mário Bittencourt, a negociação não irá ser sacramentada.

"Com Junior Tavares, conversamos, mas não avançamos. Vida que segue", explicou.

Outro ponto abordado ficou por conta do patrocinador master. Questionado, Mário Bittencourt lembrou o fato de estar há apenas dois meses à frente da presidência do Fluminense e que, mesmo antes de assumir, vem tendo conversas com várias empresas e, enquanto isso, segue buscando alternativas.

"O uniforme não é apenas o patrocinador master. Tem diversas propriedades. Os valores não são o que a gente acha condizente ao Fluminense.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Futebol PaixãoPorFutebol

Dia 11 vamos completar 2 meses. Herdamos um patrocínio nas costas, conseguimos um de omoplata e estamos praticamente fechados com uma marca para barra/costas até 2020 e a manga da camisa. Nos próximos dias, podemos anunciar", explicou.

Presidente assegura manutenção de Diniz

Além das negociações e patrocínios, Mário Bittencourt esclareceu como está a situação de Fernando Diniz. Segundo o presidente, o treinador vem tendo o seu trabalho avaliado diariamente e, por enquanto, não existe pensamento de demissão.

"Estamos fazendo avaliação desde que a gente chegou. Ele tem só um titular do começo do Carioca no time atual. O time está nas quartas de final da Sul-Americana. Estamos mal no Brasileiro, no Z-4, mas, quem olha aqui de dentr,o vê que o trabalho é realizado de forma correta. Está mais sólido do que nunca", garantiu.

Para encerrar, um antigo sonho. Perguntado sobre a possibilidade de recontratar o centroavante Fred, atualmente no Cruzeiro, Mário lembrou do convívio que teve com o atacante durante a sua passagem pelo Fluminense (entre 2009 e 2016) e que, dentro da ética profissional, realmente trazê-lo de volta às Laranjeiras.

"Fui o responsável pela renovação do contrato em 2015. Infelizmente, ele saiu daqui de maneira ruim. A instituição não foi inteligente com o ídolo. Respeito o contrato dele com o Cruzeiro. Se for possível dele voltar em janeiro, e não farei pelas costas, faremos de tudo para repatria-lo. Mas terá de ser dentro das nossas condições. Estamos sendo criativos", encerrou.

Enquanto isso, dentro das quatro linhas, o Fluminense encerrou a sua preparação para o compromisso de sábado, às 19 horas (de Brasília), no Maracanã, diante do Internacional-RS, válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com apenas nove pontos, o Tricolor das Laranjeiras abre a zona de rebaixamento da competição, ocupando o 17º lugar.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo