O automobilismo mundial voltou a ser abalado por uma trágica morte na manhã deste sábado (31). Durante a segunda volta da corrida 1 do Grande Prêmio da Bélgica, realizado no circuito de Spa-Francochamps, o piloto francês Anthoine Hubert, de 22 anos, que competia pela equipe Harden, envolveu-se em um gravíssimo acidente com outros quatro pilotos, foi levado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A batida aconteceu logo na segunda volta, quando os pilotos haviam acabado de subir a famosa, e perigosa, curva Eau Rouge. A transmissão oficial mostrou apenas o momento em que os carros já apareciam destruídos e não exibiu a repetição do acidente. Já imagens feitas por torcedores nas arquibancadas, deram melhor noção de como aconteceu o acidente.

Pelas imagens dá para ver Hubert escapando da pista, batendo na barreira de pneus e voltando para o asfalto e ficando atravessado no caminho.

O Juan Manuel Correa, que vinha logo atrás, não conseguiu desviar e atingiu em cheio a lateral do carro do francês, provocando o que no automobilismo é conhecido como batida em T.

O impacto foi tão violento que partiu o carro de Hubert ao meio, deixando apenas inteira a parte do cockpit, onde fica o piloto. Enquanto Correra capotou e seu carro foi se arrastando de cabeça para baixo pelo asfalto com a parte da frente tão destruída que era possível ver seus pés.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Os pilotos Marino Sato, Ralph Boschung e Giuliano Alesi também se envolveram no acidente, mas com menor gravidade. Boschung, inclusive, conseguiu levar seu carro até os boxes com um pneu furado.

Piloto foi declarado morto às 13h35

Assim que houve o acidente a transmissão da corrida foi interrompida, a corrida cancelada e as informações que vinham do autódromo belga eram escassas. As poucas notícias que chegavam que é o francês havia sido levado de helicóptero para um hospital.

Uma hora e meia depois do acidente a Federação Internacional de Automobilismo emitiu um comunicado informando que o piloto não havia resistido aos ferimentos. A nota não detalha que tipo de lesões causaram a morte do francês, apenas informando que ele entrou em óbito às 18h35 (13h35 pelo horário de Brasília). “A FIA lamenta informar que o piloto do carro número 19, Anthoine Hubert, não resistiu aos ferimentos e faleceu às 18h35”, dizia um trecho da nota.

Sobre Juan Manuel Correa, o comunicado dizia que ele havia sido levado para o hospital Liege e que seu estado era estável e recebendo tratamento. A entidade que rege o automobilismo informou ainda que está investigando o acidente.

A tragédia também abalou a Fórmula 1, que horas antes havia realizado seu treino classificatório. As equipes Mercedes e Ferrari cancelaram suas atividades de mídia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo