Um grave acidente ocorrido na madrugada desta sexta-feira (30), na BR-386, na altura da cidade de Soledade, norte do Rio Grande do Sul, envolvendo dois veículos, deixou seis pessoas da mesma família mortas. As vítimas têm entre seis e 61 anos.

De acordo com informações passadas pela Polícia Rodoviária Federal, o desastre ocorreu por volta das 4h, no quilômetro 236. O veículo da marca Peugeot, com placa de Porto Alegre, seguia na pista sentido interior quando invadiu a contramão e bateu de frente com um Volvo, com placa de Bento Gonçalves.

Cinco dos ocupantes que estavam no Peugeot morreram no local e uma sexta vítima chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu.

Os mortos são o motorista do veículo, Everton da Silva Giraldi, de 36 anos, sua esposa, Jaqueline Amaral Giraldi, de 39 anos, Lorenzo Giraldi, filho do casal, de 6 anos e, que de acordo com informação da Polícia Rodoviária, não usava a cadeirinha. A criança foi a única das vítimas que chegou a ser socorrida com vida, mas não resistiu aos ferimentos.

Também morreram a mãe e o pai do motorista, Ivanir Giraldi e Ana Lucia da Silva, de 61 e 55 anos, respectivamente, além de um tio do motorista, Juarez Giraldi, de 47 anos. Todos eles eram moradores de Canoas.

Já o homem que dirigia o Volvo, identificado como João Miguel Borges, de 34 anos, não usava cinco de segurança e foi arremessado para fora do veículo. Ele foi levado em estado grave para o Hospital São Vicente de Paulo, na cidade de Passo Fundo, onde passaria por exames.

Por conta do acidente, a pista ficou interditada por cerca de cinco horas e só foi liberada por volta das 9h. Os peritos ainda estão estudando o que poderia ter provocado o acidente. Uma das hipóteses é que o motorista que invadiu a pista contrária teria dormido ao volante.

Outro acidente grave e com vítimas

Em outra grave ocorrência registrada nesta madrugada no Rio Grande do Sul, duas pessoas morreram em um acidente envolvendo um ônibus e uma moto na rodovia ERS-030, na altura de Gravataí, Região Metropolitana de Porto Alegre.

O acidente ocorreu por volta da 0h desta sexta-feira (30).

De acordo com informações passadas pelo Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), a moto bateu de frente no ônibus e se incendiou logo em seguida e seus dois ocupantes morreram carbonizados. O homem seria morador da cidade de Gravataí e a mulher foi identificada como sendo Camila Ribeiro Bitencourt, de 25 anos.

No ônibus havia apenas o motorista, que não se feriu.

Testemunhas disseram que a moto precisou desviar de um veículo que fazia uma ultrapassagem e por isso acabou colidindo contra o coletivo.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!