Neste sábado (31), o São Paulo Futebol Clube enfrentou o Grêmio, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, em duelo marcado às 11 horas (de Brasília) no Estádio do Morumbi. Contando com o apoio maciço de sua torcida, que compareceu com mais de 46.997 pagantes, o Tricolor paulista empatou por 0 a 0 com os gaúchos e assumiu a terceira colocação, contabilizando 31 pontos na tabela de classificação.

Os donos da casa vieram para o campo no esquema 4-4-2, seu comandante, o técnico Cuca, escalou entre os titulares: Thiago Volpi, Juanfran, Arboleda, Anderson Martins, Reinaldo, Tchê Tchê, Liziero, Daniel Alves, Antony, Everton e Vitor Bueno.

Já o time treinado por Renato Gaúcho, veio armado no 4-3-3, dentre os 11 iniciais estiveram: Júlio César, Rafael Galhardo, Paulo Miranda, David Braz, Juninho Capixaba, Michel, Thaciano, Luan, Luciano, Everton e Diego Tardelli.

Jogo

Durante o primeiro tempo, o volante Tchê Tchê do São Paulo, se apresentou com qualidade no ataque, logo aos sete minutos ele finalizou para o gol, a zaga tirou, no rebote Antony perdeu um gol, de maneira incrível, chutando para fora.

Daniel Alves principal astro da equipe são-paulina, demonstrou sua imensa categoria ao aplicar um chapéu na medida em Michel, pouco tempo depois, no meio-campo.

O Imortal não havia investido contra a meta de Thiago Volpi, até os 25’, entretanto quando chegou quase balançou as redes, o arqueiro fez uma ótima defesa, após boa trama entre Luan e Capixaba, que bateu forte no canto. Aos 40’, Tchê Tchê buscou fazer um golaço tentando acertar o ângulo, a bola passou com muito perigo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Grêmio Brasileirão

Quase no fim da primeira etapa, Arboleda retomou a posse de bola para o Tricolor e serviu Tchê Tchê, que reapareceu em mais chute de longe, ele observou o posicionamento adiantado do goleiro gremista e buscou encobri-lo, Júlio César espalmou para fora.

No segundo tempo, o Grêmio melhorou sua transição, acertou maior quantidade de passes, reteve o ímpeto do seu adversário e conseguiu incomodar Volpi, a ponto de chegar bem perto de abrir o placar, o goleiro fez ótima intervenção, utilizando as pontas dos dedos para afastar a bola batida por Thaciano, aos 10’, e colocá-la para escanteio.

Na batida do tiro de canto, a zaga afastou e o rebote se apresentou para o lateral Galhardo, que chutou forte, ela passou por cima da meta.

A disputa intensa no meio-campo se manteve, o São Paulo não chegava ao ataque para poder finalizar, aos 20’, uma possibilidade de arremate ocorreu, mas Vitor Bueno não aproveitou o cruzamento de Antony. Dentro da grande área o jogador, hesitou em bater de primeira e a marcação fechou evitando a sequência do lance, a torcida não gostou nada da tomada de decisão do atacante.

Em dois minutos, os comandados de Cuca, fizeram o que não haviam feito depois do intervalo, chutaram ao gol, não uma, mas duas vezes, e com muito risco à meta de Júlio César. Igor Gomes que substituiu Liziero, foi o autor da primeira tentativa, defendida, aos 37’; aos 38’, Antony partiu para cima driblando e exigiu esforço do arqueiro, quando quis acertar o canto, o número 22 espalmou.

Ainda houve tempo para que Antony fosse expulso, ele tomou o segundo cartão amarelo, após acertar Juninho Capixaba, aos 41’, depois do ocorrido, as chances de vitória não aconteceram para nenhum dos clubes até o apito final do árbitro do Rio Grande do Norte, Caio Max Augusto, 0 a 0 foi resultado do marcador.

Os três pontos não vieram para o Clube da Fé, mas em termos de renda ele faturou R$2.948.464,00 com o público em seu estádio.

Para a sequência da temporada, os paulistas encaram o Inter, no Beira-Rio, sábado (7), às 19h (Brasília), pelo Brasileirão. Já o Grêmio tem o duelo de volta, pela semifinal da Copa do Brasil, contra o Atlético Paranaense, na quarta-feira (4), às 19h, no Estádio Joaquim Américo Guimarães, a Arena da Baixada. O Imortal venceu o primeiro encontro por 2 a 0, em seus domínios.

Parada para hidratação

Com um clima atípico para esta época do ano, principalmente pelo horário mais cedo em que o jogo começou, os 30°graus surpreenderam os presentes no Morumbi, e dosaram também a intensidade do espetáculo. Foram duas pausas para reidratação dos atletas, uma em cada tempo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo