De acordo com informações publicadas pelo jornal inglês The Sun, o meia Danny Drinkwater, jogador que está emprestado para o Burnley pelo Chelsea, foi espancado após importunar uma Mulher, que estava acompanhada de outro jogador. O fato ocorreu na última semana, em uma casa noturna da cidade de Manchester, na Inglaterra.

A reportagem feita pelo periódico ouviu uma fonte, que relatou que o atleta, de 29 anos e com passagem pela Seleção da Inglaterra, assediou uma mulher que estava no local acompanhada pelo também jogador, Kgosi Ntlhe, zagueiro de 25 anos da equipe o Scunthorpe United.

A fonte relatou que o Danny de forma insistente chamava a mulher para sair, apesar da mesma afirmar que estava acompanhada por outro homem.

“Ele não a ia deixar em paz”, relatou a fonte ao periódico inglês. Scunthorpe, ainda de acordo com relato dessa fonte, havia pedido para que Danny parasse de importunar a mulher que estava com ele, mas o meia do Burnley além de se recusar a parar com as investigas, anda decidiu provocar afirmando que não ligava para o ele dizia que a mulher iria se casar com ele. “Eu não me importo, cara. Ela irá para casa comigo”.

Após a provocação, o zagueiro partiu para cima de Danny e outros seis homens também partiram para a agressão. Os seguranças do estabelecimento separaram a briga, mas ela continuou do lado de fora da casa noturna e de forma mais intensa.

Agressores queriam quebrar a perna do jogador

Uma testemunha disse que Danny foi atingido no rosto por um objetivo que os agressores gritavam para que a perna do jogador fosse quebrada.

Eles pulavam nele repetidamente, principalmente em seu tornozelo”, falou a testemunha, que descreveu que havia sangue para todos os lados e que os agressores sabiam que ele era um jogador conhecido da Premier League.

Tanto o Chelsea quando o Burnley omitiram o fato das agressões e disse apenas que o jogador esteve fora do jogo contra o Liverpool, no último final de semana, por conta de uma lesão, porém o jornal revelou que Danny sofreu lesões significativas nos ligamentos do tornozelo.

Além disso, ele teve um inchaço na testa, teve a bochecha cortada, machucou os ombros e braços e ficou com um olho roxo. Essas lesões deverão afastá-lo por cerca de um mês dos gramados.

Testemunhas relataram que o jogador havia ido ao local comemorar um aniversário e estava completamente bêbado. Após ser agredido, ele foi levado para a casa de um amigo e disse que não se lembra do que aconteceu.

“Para ser sincero, ele não lembra muito do incidente”, disse uma das testemunhas.

Segundo um funcionário do Burnley, o jogador conversou com o treinador da equipe e disse que foi atacado pelos homens, se colocando como vítima da situação.

Esta não é a primeira confusão fora de campo que o jogador se envolve. Em maio passado, após ter consumido o dobro de bebida alcoólica permitido para dirigir e ter batido seu carro contra uma parede, Danny foi proibido de dirigir por 20 meses.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!