Uma semana após o violento acidente em Spa-Francorchamps, na Fórmula 2, que vitimou o piloto francês Anthoine Hubert, de 22 anos, e praticamente encerrou a carreira de Juan Manuel Correa, que segue internado, as categorias de acesso da Fórmula 1 vivenciaram neste sábado (7) outro assustador acidente, desta vez pela Fórmula 3, no circuito de Monza, na Itália.

Durante uma prova deste sábado, o piloto australiano Alex Peroni escapou da pista na curva parabólica e acabou pegando uma lombada, que fica fora do traçado.

Com o impacto, o carro decolou, dando duas voltas completas no ar e caindo de cabeça para baixo na proteção que fica ao lado da pista. Por sorte, o impacto não pegou a cabeça do piloto.

Apesar das imagens terem sido assustadoras, o piloto saiu caminhando normalmente até a ambulância e levado ao centro médico.

Após passar por exames foi constatado que Peroni sofreu uma fratura na vértebra, além de uma concussão.

Por conta do acidente, a prova foi encerrada com a presença do safety car na pista e os danos causados na barreira de pneus atrasaram o terceiro treino livre da Fórmula 1.

Piloto Juan Manuel está em coma induzido

Piloto envolvido no acidente que causou a morte do francês Anthoine Hubert, há uma semana, o piloto equatoriano naturalizado americano Juan Manuel Correa segue internado em um hospital de Londres, onde foi colocado em coma induzido.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

A família emitiu um comunicado onde informava que Correa apresentou um quadro de insuficiência respiratória, o que é considerado comum em casos como o dele. O grave acidente lhe provocou várias fraturas nas pernas e ele chegou a correr o risco de perder um dos pés. No acidente, a parte da frente de seu carro foi totalmente destruída e ele ficou com as pernas expostas.

Charles Leclerc é pole na Fórmula 1

Horas depois do acidente assustador na Fórmula 3, a Fórmula 1 realizou seu treino oficial de classificação e mais uma vez a pole ficou com o piloto da Ferrari Charles Leclerc.

Vencedor do Grande Prêmio da Bélgica, semana passada, o monegasco fez a volta em 1’20’126, ficando 0s039 à frente de Lewis Hamilton, líder do campeonato. A segunda fila também terá um piloto da Mercedes e outro da Ferrari, mas em posições invertidas. O finlandês Valtteri Bottas ficou com a terceira colocação enquanto que Sebastian Vettel é o quarto colocado.

A surpresa do treino foi a Renault ocupar a terceira fila, com Daniel Riccardo em quinto lugar e Nico Hulkenberg na sexta colocação.

O top 10 da classificação foi completado por Carlos Sainz (McLaren), Alexander Albon (Red Bull), Lance Stroll (Racing Point) e Kimi Raikkonen (Alfa Romeo).

Terceiro colocado no campeonato, o holandês Max Verstappen apresentou falhas em seu motor, não conseguiu marcar tempo e largar da última posição.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo