Neymar completou 100 jogos pela seleção brasileira no amistoso contra o Senegal, nesta quinta-feira (10), e que terminou empatado 1 a 1. No dia anterior, recebeu homenagem da CBF, ganhando das mãos do ex-jogador Bebeto uma camisa com o número 100 estampado. Em coletiva de imprensa, Neymar aproveitou para admitir que possui privilégios dentro da seleção porque, segundo ele, já carregou o time nas costas várias vezes.

Para ele é um fato natural pela importância sua para o Brasil e se comparou com Messi, que teria as mesmas vantagens no Barcelona

Alegando ainda que ao atingir certo nível no Futebol, que seria o seu caso, é normal ter um tratamento diferente, lembrou que joga há 9 anos pela seleção. "E sempre fui um dos principais nomes e um dos que carregavam sempre... acho que... praticamente tudo nas costas", destacou.

Horas antes da entrevista, o técnico Tite negou que ofereça algum privilégio ao atacante e diz que trata a todos os jogadores de forma igual. "Não pago preço para ficar bajulando jogador nenhum", disse.

Início no Santos

Em entrevista ao canal Otro, do YouTube, divulgada na quinta-feira (10) e citada pelo site ESPN, Neymar lembrou seu início de carreira no Santos, jogando com seu ídolo Robinho. Anos depois, Neymar devolve a camisa 7 a Robinho quando este retornou ao clube.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Futebol

"Quando vieram me contratar disseram que a camisa 7 tem dono", recordou. A partir daí Neymar passou a usar a camisa 17. No PSG, Neymar veste a camisa 10.

Perguntado qual o conselho que daria a si mesmo no início de carreira, o jogador disse que, principalmente, "sabedoria para alguns momentos e não tomar certas atitudes" --sem destacar quais seriam elas. Alegou apenas que em alguns momentos não deveria ter falado o que falou e deveria ter pensado mais antes de algumas atitudes tomadas.

Seu foco agora, é jogar sem ter contusões, que foi um dos fatos prejudiciais em várias temporadas no Santos, na Seleção Brasileira e jogando no exterior.

Admitindo que vem de duas recuperações longas por conta de contusões, Neymar afirmou que não quer perder seu foco, ou seja, ser feliz jogando futebol. "Essa temporada é muito importante para mim", frisou, esperando assim, terminar esse período sem se machucar.

Porque em campo, como destacou, "eu sei o que faço".

A estreia de Neymar na seleção brasileira foi em 10 de agosto de 2010, contra os Estados Unidos, em um amistoso, quando marcou seu primeiro gol no time. Com 61 gols em 100 jogos (segundo a Fifa), Neymar tem mais gols na seleção que Romário, Zico, Ronaldinho, Jairzinho, Tostão, Rivelino, Sócrates, entre outros grandes nomes de nosso futebol.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo