Neste final de semana o Flamengo acertou a negociação de Reinier, uma de suas grandes revelações dos últimos tempos, como Real Madrid. O atleta de 17 anos deve ser vendido por 30 milhões de euros, algo em torno de R$ 136 milhões, porém o Rubro-Negro embolsará 80% desse montante, já que os outros 20% pertencem ao próprio jogador e a seus representantes. Os valores da transação não agradaram ao técnico Jorge Jesus, que entende que ele poderia ter saído por um valor ainda maior.

“O Reinier não pode ser vendido por 30 milhões de euros”, disse o treinador português ao canal CMTV, de Portugal, onde passa férias.

Para Jesus, o clube carioca não está sabendo valorizar sua marca e seus jogadores. Jesus citou ainda como exemplo o Benfica, seu ex-clube, que consegue vender seus atletas até mesmo acima dos valores de mercado.

A multa rescisória pelo jogador era de 35 milhões de euros, mas o time carioca acabou aceitando um valor inferior. Ele está em Teresópolis, junto com a seleção brasileira, que se prepara para a disputa do Pré-Olímpico. Após o torneio, o meia-atacante deverá seguir para a Espanha onde inicialmente integrará a equipe do Real Madrid B para um período de adaptação para então no meio do ano fazer parte do plantel principal.

Ainda sobre Reinier, o treinador flamenguista foi questionado sobre a qualidade de João Felix, uma das principais promessas do Futebol de Portugal, o qual ele comparou com o jogador brasileiro. Para Jesus, os jogadores têm estilos parecidos, mas Reinier finaliza melhor enquanto que o jogador português é um melhor driblador.

Mais sobre a entrevista de Jesus

Jorge Jesus também falou sobre outros assuntos na entrevista que concedeu ao canal Português.

Questionado sobre qual seria o principal adversário do Flamengo nesta temporada, ele respondeu que é o próprio clube e os recordes que foram escritos na temporada passada. “Vai ter pela frente todos os recordes que escrevemos”, disse o treinador. “Esse é o grande desafio que vamos ter para o ano”.

Sobre o elenco que terá em mãos, Jesus disse que a diretoria pretende contratar mais seis ou sete reforços para montar um plantel, mas que espera não ficar sem Bruno Henrique e Gabriel.

Para ele, um desses pode até sair, mas não os dois.

Propostas do futebol da China

Jorge Jesus também revelou que nos dias que antecederam a final da Copa Libertadores da América e a disputa do Mundial de Clubes, ele recebeu grandes propostas de dois clubes da China.

Um desses clubes queria até mesmo que ele já assumisse a equipe antes mesmo do Mundial, mas ele respondeu que antes das decisões seu foco era o Flamengo e as conversas não foram adiante.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

“Eles foram buscar outras soluções, e eu disse ‘ok’”, revelou o treinador.

Não perca a nossa página no Facebook!