No dia 17 de julho de 1994, o Brasil estava sendo campeão da Copa do Mundo nos Estados Unidos contra a Itália. Mas depois de longos 25 anos, a seleção italiana deu um show nos últimos minutos e estragou a tão sonhada festa do tetra.

O jogo aconteceu na noite desta quinta-feira (9), no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, Ceará. A mesma geração de jogadores que ficou em segundo lugar em 1994, voltou com tudo para quebrar o jejum de 25 anos e venceu por 1 a 0.

O jogo estava sendo bastante nostálgico e aparentava que ficaria em 0 a 0, repetindo o resultado dos anos 90. Mas Daniele Massaro, que estava em campo em 1994, resolveu mudar a história que parecia se repetir.

Aos 34 minutos do segundo tempo, Massaro aproveitou a chance e balançou a rede brasileira, definindo o placar a favor da Itália.

Quase tudo foi nostalgia

Tirando o resultado, que por pouco não foi o mesmo, e o fato de Dunga não estar presente, pois teve problemas pessoais, a partida foi praticamente igual a de 1994.

Romário deu um show em campo e herdou a faixa, além de sair como a grande atração da partida clássica. Romário ficou os 70 minutos de jogo em campo e passou por frustrações durante o jogo, afinal um gol do Baixinho foi anulado.

Ao sair do campo, no fim da partida, Romário deu entrevista ao SporTV no qual disse que a seleção perdeu quando podia perder. O craque ainda disse que esse não era o resultado esperado, mas que a festa foi linda e as pessoas puderam participar e ficou feliz que muitos conseguiram ver pela Televisão.

Romário ainda acrescentou que as crianças de hoje não conheciam a geração da seleção de 1994 e o peso que ela teve no Futebol atual. O jogador finalizou dizendo que queria ter saído com a vitória, mas só de participar da festa já estava muito feliz.

Tentativas de gol

O Brasil pode não ter vencido, mas assustou bastante a seleção da Itália.

Já nos primeiros minutos da partida, Paulo Sérgio recebeu a bola e chutou direto ao gol, que foi defendido pelo goleiro Rossi.

Depois, quase que em seguida, foi a vez de Cafú, aos nove minutos, bater forte, mas a defesa de Rossi foi impecável. Depois da parada para hidratação, Romário usou o acréscimo do primeiro tempo para balançar a rede italiana, mas o gol foi anulado pelo árbitro, pois Romário estava em posição irregular.

Chegou o segundo tempo, e o Brasil fez algumas substituições. Aos nove minutos do segundo tempo, Bebeto cobrou uma falta perigosa e quase fez o gol.

Aos 23 minutos do segundo tempo, a Itália representou perigo pela primeira vez. O goleiro Gilmar saiu do gol para defender e quase fez um gol contra quando deixou a bola escapar.

Depois, um gol contra foi marcado a favor do Brasil, após Jorginho receber de Romário. Nesse gol também foi marcado o impedimento, apesar do equívoco do árbitro.

O jogo seguiu no 0 a 0 por um bom tempo, até que aos 34 minutos do segundo tempo, Massaro cansou da mesmice e balançou a rede brasileira, dando a vitória à seleção italiana e acabando com a festa do tetra brasileiro.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!