Poucas horas depois de saírem os rumores de que o clube estaria interessado no goleiro Jean, os torcedores do Ceará foram às redes sociais protestarem contra a contratação do jogador, que é acusado de agredir a esposa durante uma viagem aos Estados Unidos no mês passado. A revolta fez com que os dirigentes recuassem na iniciativa.

Durante esta segunda-feira (6), os torcedores do Vozão levantaram as hashtags #JeanNao e #JeanNoCearaNão. Uma das alegações dos torcedores é que a contratação do jogador, que responde por violência doméstica, seria um desrespeito à mulheres e à história do clube.

"É simplesmente inaceitável esse Jean ser contratado", postou uma torcedora.

Já outra torcedora postou um texto dizendo que não foi a esposa de Jean ou os torcedores que acabaram com a carreira dele e sim ele próprio quando a agrediu. Também teve aqueles que lembraram o fato de ser a terceira vez que o clube tenta a contratação de um jogador com histórico de violência contra a mulher.

"O clube de novo traz um atleta com histórico de agressão a mulher", escreveu outro torcedor reclamando do que ele classifica como desrespeito do clube com sua torcida.

A repercussão negativa fez com que uma reunião fosse realizada no início da noite, em Porangabuçu, quando foi decidido que a negociação do atleta, que não seguirá jogando pelo São Paulo, fosse abortada. A intenção era contratar o jogador por empréstimo.

Relembre o caso

Na madrugada de 18 de dezembro, a esposa de Jean postou vídeos nas redes sociais acusando o jogador de tê-la agredido fisicamente com socos.

As imagens mostraram a mulher com o rosto machucado. Na ocasião o casal passava férias, em Orlando, nos Estados Unidos, e o jogador chegou a ser preso pouco depois por violência doméstica, mas no dia seguinte foi solto e ganhou o direito de responder em liberdade.

Já o São Paulo, clube em que ele atuava, decidiu encerrar seu contrato. A rescisão, caso haja aval jurídico, deverá ser feita ainda nesta semana, quando o elenco voltará das férias.

Uma liberação em definitivo ou empréstimo também não estão descartados, mas o certo é que o atleta não vestirá mais a camisa do Tricolor Paulista.

Poucos jogos pelo Tricolor

Revelado nas categorias de base do Bahia, Jean foi contratado pelo São Paulo no final de 2017, em mais uma tentativa na época de achar um sucessor para Rogério Ceni, mas sua passagem foram de poucas grandes partidas e algumas confusões dentro do clube.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

Nos dois anos em que esteve no Morumbi, o jogador fez apenas 19 partidas --sendo apenas uma em 2019.

Ele chegou a ser afastado do elenco após problemas com o então técnico interino Wagner Mancini e também entrou em rota de colisão com o então concorrente por posição, Sidão.

Não perca a nossa página no Facebook!