A segunda passagem de Alberto Valentim pelo Botafogo [VIDEO]se encerrou nesta segunda-feira (10). Muito pressionado pelos torcedores, sem respaldo da diretoria, o treinador não resistiu a derrota por 3 a 0 para o Fluminense, neste domingo (9), no Maracanã. Com menos de um mês desde o início da temporada, o Glorioso se torna a primeira equipe da Série A a trocar de comando.

Ele retornou ao clube em outubro do ano passado para assumir o lugar de Eduardo Barroca. Mas em quatro meses o time acumulou atuações ruins, o que gerou críticas de grande parte de seus torcedores.

No domingo o time já entrou em campo eliminado na Taça Guanabara, mas precisava dar uma resposta em campo, algo que não aconteceu. Em 18 jogos desta sua segunda passagem, ele venceu apenas sete.

Neta segunda-feira (10) o treinador se reunirá com os dirigentes para tratar da rescisão do contrato, o que dever gerar aos cofres alvinegros um custo estimado em um milhão de reais. A decisão por sua saída foi tomada tão logo a bola parou de rolar no Maracanã

Agora a diretoria estuda o perfil do novo treinador para a sequência da temporada e não está descartada a contratação de um profissional estrangeiro.

A eliminação dará uma folga no calendário ao time, que quer aproveitar esse tempo para que o técnico que for contratado tenha tempo para ajustar o time. Enquanto a diretoria escolhe um novo nome, Bruno Lazaroni assumirá o comando interino da equipe.

Pelo campeonato estadual o Botafogo só voltará a entrar em campo no dia 1º de março, quando encara o Boavista, no Nilton Santos. Antes, o time pode entrar em campo pela Copa do Brasil, contra Toledo, do Paraná ou Náutico, mas a data ainda não está definida, podendo ser 19 ou 26 de fevereiro, ou até mesmo em 4 de março.

Derrota doída, diz Gatito

O goleiro do Botafogo, Gatito Fernández, se mostrou muito abatido após a derrota por 3 a 0 para o Fluminense, neste domingo, no Maracanã. O goleiro paraguaio disse que o resultado “doeu muito”, mas espera que lições possam ser tiradas dela. “Doi por ser um clássico, dói mais ainda por não termos nos classificado”, disse.

Na visão do goleiro, o time ter entrado desatento no começo do jogo foi uma das consequências para a derrota no clássico e que o adversário usou dessa desatenção para marcar dois gols em poucos minutos.

“Eles conseguiram achar dois gols muito cedo”, falou o botafoguense.

Honda chega atrasado ao jogo

O jogo no Maracanã foi acompanhado pelo japonês Honda, novo contratado do clube. Ele chegou atrasado ao estádio e não viu os dois primeiros gols da partida, anotados por Nenê. Ele acompanhou o clássico das tribunas do estádio, ao lado de seguranças e dirigentes do clube.

Agora com a folga no calendário do time, o jogador deverá estrear pelo alvinegro somente em março.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Fluminense
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!