O Brasil venceu na última rodada do Pré-Olímpico da Colômbia. Jogando o tudo ou nada diante dos campeões do torneio: os argentinos. Os garotos brasileiros deram show e venceram por 3 a 0.

A Seleção Brasileira entrou em campo precisando vencer. Mais cedo, o Uruguai bateu a Colômbia por 3 a 1 e obrigou a equipe do treinador André Jardine a jogar a sua vida contra os argentinos.

Paulinho e Matheus Cunha decidem para o Brasil

A partida começou tensa, mas os brasileiros foram com tudo para cima dos argentinos.

Logo aos 12 minutos da etapa inicial, Pedrinho lançou Paulinho em profundidade. O atacante dominou no peito e tocou na saída do goleiro adversário para marcar o primeiro do Brasil.

Com 29 minutos da primeira etapa, o zagueiro Nehuén Pérez errou na saída de bola. Matheus Cunha aproveitou a falha da defesa, dá um chapéu no goleiro Cambeses e toca para o gol. Pérez se recupera e consegue salvar em cima da linha, mas Cunha pega o rebote e chuta com o gol vazio, ampliando o marcador.

Com 9 minutos da segunda etapa, Guga cobra lateral para Matheus Cunha, que estava à frente da zaga na jogada, mas em cobranças de lateral não há impedimento.

O atacante toca para Reinier, que devolve a bola. Cunha chuta cruzado, a bola bate no zagueiro e morre no fundo do gol.

Brasil teve mais chances de ampliar

Mesmo com os três gols e a grande atuação, o Brasil teve oportunidades suficientes para ampliar o marcador, na primeira e na segunda etapa. Com 22 minutos, Caio Henrique cruzou a bola para Matheus Cunha, que chutou de primeira, e com o desvio da zaga, acertou o travessão.

Aos 35, Matheus Cunha, em grande atuação, novamente recebeu na área. O atacante chutou cruzado, mas a bola saiu tirando tinta da trave. Os argentinos não conseguiam responder, e em algumas vezes apelavam para jogadas mais violentas, causando alguns momentos de confusão com os brasileiros.

Após o terceiro gol, a equipe brasileira começou a segurar a velocidade da partida. Os argentinos chegaram com Álvarez, mas o lance não levou perigo para o gol brasileiro.

A atuação primorosa da zaga foi fundamental, mesmo que os jogadores não fossem os titulares. Nino e Robson Bambu, que começaram o torneio na defesa, não aturaram.

Brasil é a 14ª seleção classificada para Tóquio 2020

Com a vitória, a Seleção Brasileira se tornou a 14ª equipe classificada para o torneio de verão. Além do Japão, país sede do torneio, quatro países da Europa (Alemanha, Espanha, França e Romênia), uma da Oceania (Nova Zelândia), três da África (Egito, Costa do Marfim, África do Sul), três da Ásia (Arábia Saudita, Coreia do Sul e Austrália), e a própria Argentina, já estavam classificadas.

Ainda faltam dois países da America Central para formarem as dezesseis equipes que disputarão o torneio, que começará no dia 22 de julho desse ano. A disputa da CONCACAF começará no próximo dia 20 de março, tendo 11 dias de duração, decidindo quem serão os países representados no dia 1º de abril.

O Brasil vai em busca do segundo ouro olímpico na categoria. Em 2016, liderados por Neymar, a equipe venceu a Alemanha no Maracanã, conseguindo pela primeira vez a medalha na modalidade. A equipe que disputará o torneio pode ser recheada de craques, que não disputaram o Pré-Olímpico por não terem sido liberados por seus clubes.

A competição não faz parte das datas FIFA.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!