O Palmeiras tem menos de um mês para arrumar a casa, buscar reforços e montar um time competitivo para a estreia na Libertadores. O primeiro jogo começa dia 4 de março, na Argentina, contra o Tigre, dentro do grupo B.

Palmeiras já contratou um lateral-esquerdo

Até o momento a única novidade foi a contratação do lateral-esquerdo uruguaio Matías Viña, mas o principal foco da diretoria é um atacante e um volante. E a pressa se justifica porque, pelas regras da Libertadores, o clube paulista precisa enviar uma lista fechada com os nomes de 30 jogadores até o dia 28, sexta-feira.

Viña custou pouco menos de 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões), pagos ao time de origem, o Nacional, e correspondente a 50% dos direitos do atleta.

Palmeiras procura nomes no mercado

O diretor Anderson Barros viajou até a Colômbia na semana passada para sondar o lateral-direito Daniel Muñoz, mas encontrou uma certa dificuldade na negociação. Nessa posição, o time já conta com Marcos Rocha e Mayke.

A esperança num atacante ficou direcionada para Rony, que se desentendeu com seu atual time, o Atlético paranaense.

O Palmeiras ofereceu e mantém a proposta de 6 milhões de euros (aproximadamente R$ 28 milhões), oficializada em janeiro. Entretanto, Rony tem um contrato vigente até medos de 2021 o que está gerando o impasse. Rony está se desentendendo com o clube na renovação do contrato, e essa insatisfação abre uma possibilidade de rompimento e mudança de clube.

Uma das alternativas é o jogador Keno, que já defendeu a camisa do Verdão e que atualmente está no Al-Jazira, dos Emirados Árabes Unidos.

Keno não mostra disposição de voltar ao Brasil agora, e nada foi fechado por enquanto.

Entre as opções de um volante, um nome cogitado foi o de Léo Sena, do Goiás, mas ainda não prosperou.

Também estava na lista de pretensões do clube - não para a Libertadores, mas para 2021 - o atacante brasileiro Hulk, atualmente no Shangai SIPG. O entrave foi a cotação do atleta de 33 anos, que ganha 23,4 milhões de euros (R$ 101 milhões) em cada temporada no clube chinês.

A esperança da torcida foi reforçada pela presença do jogador em um camarote da Arena do Palmeiras durante o jogo contra o Mirassol no domingo (17).

Anderson Barros, diretor de futebol do Palmeiras, admitiu a necessidade de reforços durante a apresentação de Matías Viña. As necessidades foram detectadas, segundo ele, na avaliação de pouco mais de um mês de treinos desde a reapresentação do elenco para a pré-temporada, que aconteceu dia 6 de janeiro. Ainda segundo Barros, o time está aproveitando os talentos internos e busca contratações pontuais.

Libertadores já começou, e Palmeiras se movimenta

Na prática, o Palmeiras possui 22 inscritos na lista A do Paulista, que inclui os profissionais, e soma mais seis na lista B, que refere-se aos atletas de base. Estão em situações ainda não-definidas os atacantes Angulo - que se recupera de uma contusão - e Luan Silva, emprestado pelo Vitória até 31 de maio.

A Copa Libertadores deste ano começou no dia 21 de janeiro. São oito os times brasileiros na disputa: Palmeiras, Santos, Corinthians (eliminado), São Paulo, Inter, Flamengo, Grêmio, e Atlético-PR. O certame começou sua primeira fase entre 21 e 29 de janeiro.

A segunda etapa, conhecida como pré-libertadores, onde alguns brasileiros estrearam, foi de 4 a 13 de fevereiro. A terceira fase segue entre os dias 3 de março a 7 de maio. Logo depois, é o mata-mata, até o dia 21 de novembro, quando acontece a decisão no Maracanã (RJ).

O atual campeão da Libertadores é o Flamengo, e o time com maior número de títulos nessa competição é o Independiente, da Argentina, com sete conquistas.

Siga a página Palmeiras
Seguir
Siga a página ESports
Seguir
Siga a página Libertadores
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!