O Philadelphia 76ers conseguiu importante vitória encarando o Los Angeles Clippers, nesta terça-feira (11), no Wells Fargo Center, pelo placar de 110 a 103. Este resultado animou a torcida, que aplaudiu bastante as atuações de seus dois atletas mais identificados do elenco, Joel Embiid e Ben Simons. Os dois combinaram 52 pontos na ótima apresentação do quinto colocado da Conferência Leste, da Liga Norte-Americana de Basquete (NBA).

Mesmo com a presença de Kawhi Leonard, com 30 pontos no jogo, e Paul George, na formação principal dos Clippers, que além deles tiveram, Marcus Morris, Ivica Zubac e Lou Williams, os donos da casa foram superiores e largaram na frente.

Para o primeiro período, o Philadelphia, do técnico Brett Brown, veio com Furkan Kormaz, Joel Embiid, Josh Richardson, Ben Simons e Tobias Harris no time titular. Tobias foi o destaque, dando uma linda enterrada em cima de Montrezl Harrell --30 a 22, ao término dos 12 minutos.

Na etapa seguinte os visitantes dirigidos pelo treinador Doc Rivers, terceiro colocados do Oeste, se recuperaram e empataram a disputa. Kawhi Leonard, tentou alguns lances individuais e teve sucesso nas infiltrações dentro do garrafão, concluindo com bandejas e chutes de média distância.

Ele acertou três bolas do perímetro e seu companheiro Landry Shamet, uma, isso permitiu que o embate fosse para o intervalo com 54 a 54 no marcador.

Ben Simons, chamou a atenção por ser o ponto forte do setor ofensivo da franquia do Estado da Pensilvânia, devido à sua participação, o Los Angeles não terminou o primeiro tempo em vantagem.

No terceiro quarto, os anfitriões mantiveram o ritmo e não deram brecha para o adversário, 81 a 77, Joel Embiid esteve mais participativo e Simons executou movimentos plásticos que contribuíram na pontuação, sofrendo faltas para ir à linha de lance livre.

Porém do outro lado, Kawhi Leonard, protagonizou o principal momento do período, ao passar entre a defesa do rival, para enterrar com disposição a bola na cesta.

O período final foi equilibrado, entretanto Josh Richardson chamou a responsabilidade convertendo arremessos de três e aparecendo bem no garrafão para o Philadelphia 76ers.

Pelo concorrente, Lou Williams, com sua pontaria em dia, elevou o nível do Los Angeles Clippers nos 36 minutos em que esteve em quadra, Marcus Morris foi bastante intenso nas disputas, tanto que em uma delas se desentendeu com Joel Embiid, ocorreram alguns empurrões e a arbitragem deu falta técnica para ambos os times.

Após este desentendimento entre os dois atletas, Morris teve a oportunidade de, com a bola, dar a resposta, contudo, ao tentar deixar o camaronês para trás, em direção ao aro, ele foi acompanhado e sofreu o toco de Embiid, para delírio dos fãs no ginásio.

Final, 110 a 103, para a equipe da cidade de Filadélfia, que chega à terceira vitória consecutiva, depois de superar o Memphis Grizzlies, o Chicago Bulls e os Clippers.

Destaques individuais

  • Philadelphia- Ben Simons, 26 pontos, 10 assistências e 12 rebotes (triplo-duplo); Joel Embiid, 26 pontos, 2 assistências e 9 rebotes; Josh Richardson, 21 pontos, 1 assistência e 5 rebotes.
  • Los Angeles- Kawhi Leonard, 30 pontos, 9 assistências e 4 rebotes; Paul George, 11 pontos, 5 assistências e 12 rebotes (duplo-duplo); Marcus Morris, 13 pontos, 1 assistência e 5 rebotes.

Próximos compromissos

  • Philadelphia 76ers e Brooklyn Nets, no Wells Fargo Center, quinta-feira (20), às 22h (horário de Brasília).
  • Boston Celtics e Los Angeles Clippers, no TD Garden, quinta-feira (13), às 22h (horário de Brasília).

Siga a página NBA
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!