Parada a uma semana por conta do coronavírus, a NBA sofreu mais um duro golpe nesta terça-feira (17), com a confirmação que Kevin Durant, do Brooklyn Nets, testou positivo para o coronavírus. Além dele, outros três jogadores do clube, cujos nomes não foram divulgados, também foram detectados com a doença, que tem se espalhado pelos Estados Unidos.

A confirmação de que está com o vírus foi dada pelo próprio atleta ao The Athletic. Confiante em sua recuperação, o jogador pediu para que todos tomassem os devidos cuidados e que isso será superado.

A NBA informou que por dos quatro jogadores testados positivo, apenas um apresenta os sintomas e outros três são casos assintomáticos. Kevin é um desses três atletas que ainda não demostraram os sintomas. Foi pedido para que todos os jogadores do clube permaneçam isolados e pessoas, incluindo adversários, que tiveram contato com eles estão sendo contatadas.

Com isso já são sete jogadores da NBA infectados com o coronavírus. Antes do quarteto do Nets também já haviam testado positivo os jogadores Christian Wood, do Detroit Pistons, Rudy Gobert e Donovan Mitchell, esses dois últimos do Utah Jazz.

Cancelamento da temporada pode custar R$ 9 bi

Nove bilhões de reais. Esse é o tamanho da perda caso a temporada da NBA, que tinha um pouco mais da metade e sua fase regular disputada, seja encerrada de forma definitiva. Na semana passada os dirigentes anunciaram que ela está parada por 30 dias, ou seja, restam três semanas para o esgotamento deste prazo inicial. Esses cálculos, financeiramente apocalípticos, foram feitos pelo Ph.D.

em economia aplicada na Universidade da Califórnia Scott Kaplan.

No entanto, o economista ressalta que tal impacto pode ser mitigado caso os jogos que tenham sido suspensos sejam disputados em um futuro próximo, que é algo que por enquanto está previsto.

No entanto, ele diz que vários setores, como bares e restaurantes, já foram afetados com a ausências de jogos e emissoras de televisão terão que readequar sua grade de programação para comportar os jogos atrasados.

Juventus tem segundo caso positivo

Na Itália, país europeu que mais tem sofrido com a pandemia, os clubes de Futebol também estão com jogadores doentes. Nesta terça-feira (17), a Juventus confirmou que o volante Blaise Matuidi testou positivo, mas não aparenta os sintomas. De acordo com o clube, ele já está em isolamento voluntário e passa bem.

Na semana passada o time de Turim já havia informando que o zagueiro Daniele Rugani também estava com o vírus. Isso fez com que todos os jogadores do elenco, incluindo Cristiano Ronaldo, fossem colocados em quarentena.

Todos os eventos esportivos na Itália foram suspensos até o próximo dia 3 de abril.

Não perca a nossa página no Facebook!