Um dos membros da comissão técnica do Flamengo, campeão da Copa Libertadores da América, está internado em estado grave com sintomas da Covid-19. Funcionário do clube desde 1981, o massagista Jorge Luiz Domingos, o Jorginho, de 68 anos, está no CTI de um hospital situado na Ilha do Governador.

Os resultados para saber se ele está com coronavírus ainda não saíram, mas os sintomas que ele apresentou são compatíveis com o da doença. Ele está de férias, assim como todos os funcionários do clube. O Rubro-Negro é um dos que mais tem buscando voltar aos treinamentos no futebol Brasil.

Em março, Mauricio Gomes de Mattos, que desempenha o cargo de vice-presidente de Embaixadas e Consulados do Flamengo, testou positivo para a Covid-19.

Ele fez tratamento e já teve alta depois de se recuperar.

Além dele, Sandro Rilho, funcionário da Gávea, também havia sido internado também com suspeita de coronavírus e ainda está se recuperando.

As atividades do Flamengo estão suspensas desde o mês de março e a diretoria tem estudado formas seguras para retornar às suas atividades.

Álcool gel com a marca do clube

Nesta segunda-feira (20), vários jogadores do Flamengo receberam em suas casas frascos de álcool em gel. Mas não era um frasco qualquer e sim um tanto estampada a marca do clube.

A iniciativa é fruto de um acordo fechado entre o clube e um laboratório que prevê a doação de 200 mil unidades em comunidades carentes do Rio de Janeiro. A ação também prevê a doação de cestas básicas.

As doações já começaram.

Um dos locais atendidos pelas doações foi o Parque do Caju, onde existe uma comunidade de catadores de recicláveis. Nessa região não há saneamento básico e a situação ficou mais agravada por conta da epidemia do novo coronavírus. Para piorar, o fechamento da indústria e do comércio, agravou ainda mais a situação das pessoas que ali vivem, pois depende do recolhimento de material reciclável.

Muitos desses trabalhadores fazem parte do grupo de risco.

“Para muitos a renda reduziu e, para outros, simplesmente desapareceu”, disse a gerente de Responsabilidade Social do Flamengo, Camila Nascimento.

Casos de coronavírus no Rio de Janeiro

O último balanço divulgado pela secretaria de Saúde do Rio de Janeiro revelou que o estado possui 5.306 casos confirmados de coronavírus.

Na segunda-feira (20), eram 4.899.

Já o número de mortos subiu de 422 para 461, o que representa um aumento de 9,2%. Apenas na capital são 283 vítimas. Já a taxa de letalidade se manteve praticamente estável, passando de 8,6 para 8,7%. Ainda existem 204 mortes em investigação.

O estado do Rio de Janeiro é o segundo mais afetado do país, ficando apenas atrás de São Paulo.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Flamengo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!