César Augusto Visconti, piloto de automobilismo, morreu na última segunda-feira (30), vítima do novo coronavírus, aos 43 anos de idade. Ele estava internado desde o dia 26 de março, no Hospital São Luiz, na cidade de São Caetano do Sul, estado de São Paulo. O piloto deixa uma filha de 15 anos (Yasmin) e a namorada, Fernanda. César iria fazer aniversário na próxima sexta-feira (3).

César Augusto e a COVID-19

Vítima dessa doença que vem assolando o mundo, sua família e amigos se assustaram com a velocidade que a doença chegou e fez com que ele piorasse. Porém, ele conseguiu enviar uma mensagem para a ex-mulher (via aplicativo) para que fosse realizado um último desejo seu: que os seus restos mortais fossem cremados e as cinzas lançadas no autódromo de Interlagos.

Na mensagem e no leito de morte, César Augusto avisa para sua ex-mulher Luara que está "indo pro saco" e que ela pedisse para as pessoas da escola e para o Antônio, que jogassem suas cinzas no autódromo paulista: "O lugar mais importante da minha vida", teria dito. A escola do qual ele se referiu é a Escola de Pilotagem de Interlagos do amigo Antônio de Souza.

Em entrevista, Antônio revelou que foi a ex-mulher do piloto que entrou em contato com ele relatando o seu último pedido. Ele ainda afirmou que sempre foi amigo dele e de Luara. O corpo de César Augusto será cremado em aproximadamente dez dias, finalizou o amigo.

Relato da ex-mulher de César Augusto

Em entrevista ao portal G1, a ex-mulher do piloto disse que esteve casada com ele por sete anos, isso sem contar os outros quatro anos de namoro.

Sobre o ex-marido, ela disse que era uma pessoa muito presente e que, apesar da separação, eles continuavam como grandes amigos, pois César sempre ia à sua casa e, inclusive, foi ele que esteve presente no nascimento da segunda filha de Luara.

Sobre o ocorrido, ela revelou que o piloto começou a passar mal no dia 16, com febre e tosse, o que o fez ir ao otorrino, que lhe passou remédios e o mandou para casa.

Porém, passados alguns dias, ele começou a sentir dores muito forte no peito e o médico pediu que ele procurasse o hospital urgentemente, foi aí que o drama familiar começou. Brincalhão como sempre foi ele quem chegou a pedir para que ela cuidasse da filha pois estava "indo pro saco".

César Augusto e o amor pelo automobilismo

César Augusto Visconti instrutor de pilotagem em Interlagos e piloto e participou de provas como 500 Km e mil milhas e a Copa Corsa.

Foi companheiro de pilotos como Arthur Bragatini, Nelson Alexandre e Belmiro Júnior. O amigo Antônio e mais alguns amigos entraram em contato com a Fasp (Federação Paulista de Automobilismo) para que pudessem realizar o último desejo do piloto, porém, o Autódromo de Interlagos está fechado devido às restrições dos órgãos de saúde para evitar a propagação do novo coronavírus (COVID-19).

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!