A Bundesliga, primeira divisão do Campeonato Alemão, será a primeira das grandes ligas do futebol europeu a reiniciar suas atividades após a parada por conta da pandemia do coronavírus. A competição, que estava paralisada desde 13 de março, deverá ser retomada no próximo dia 15 de maio.

O sinal verde para que a bola volte a rolar na Alemanha deverá ser dado quarta-feira (6), pela chanceler Angela Merkel e os estados federados do país. No entanto, as partidas deverão acontecer sem a presença de público nos estádios.

Se de fato o campeonato for retomado na data que está sendo divulgada, ele deverá ser encerrado em 30 de junho.

A liga não divulgou ainda ase o torneio voltará a ser disputado do ponto em que foi parado ou manterá os jogos que estavam marcados para 15, 16 e 17 de maio, duelos válidos pela última rodada, conforme a tabela original.

A competição foi paralisada na 25ª rodada, porém alguns times tinham feito apenas 24 partidas. A liderança é do Bayern de Munique, com 55 pontos, quatro pontos a mais que o vice-líder Borussia Dortmund. Os dois times vem de uma sequência de quatro vitórias consecutivas. O Red Bull Leipzig aparece na terceira colocação com 50 pontos.

Mönchengladbach tem dois casos positivos

Quarto colocado na tabela de classificação da Bundesliga, com 49 pontos, o Mönchengladbach tem teve um jogador e um membro da comissão técnica testados positivo para a Covid-19.

Os dois membros do clube, que não tiveram a identidade revelada, estão em quarentena.

O time retornou suas atividades com jogadores trabalhando em pequenos grupos. Resultados feitos na última segunda-feira ainda são aguardados pelo clube.

O Mönchengladbach não é o único da primeira divisão a ter membros infectados com o coronavírus.

Na semana passada o Colônia, atual décimo colocado, teve três membros infectados. Seus nomes e suas funções dentro do clube não foram revelados.

A Liga de Futebol Alemão divulgou também na semana passada que 1700 testes foram feitos em jogadores, membros da comissão técnica e funcionários dos 36 times que compõem a primeira e a segunda divisão do país.

De todos os testes feitos, dez acusaram positivo.

Em São Paulo

Representantes dos 16 clubes da Série A1 realizaram junto com a Federação Paulista uma reunião virtual nesta segunda-feira (4), quando debateram uma possível volta do Campeonato Paulista. No encontro ficou definido que a competição só será retomada assim que as autoridades de saúde permitirem e que todos os clubes reiniciarão seus treinos juntos.

Um protocolo de médico foi apresentado pela FPF ao governo do estado. Dentre as determinações estão que as equipes fiquem confinadas durante a reta final da competição e até mesmo as comemorações de gols não devem acontecer.

Já está definido que todos os duelos terão portões fechados e ainda estuda-se a possibilidade dos atletas jogarem com mangas cumpridas e luvas para evitar o risco de contágio.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!