O Dallas Mavericks venceu o Los Angeles Clippers, por 127 a 114, nesta quarta-feira (19), na AdventHealth Arena, pela segunda rodada dos playoffs da NBA, igualando a disputa em 1 a 1. Com o equilíbrio entre os times da Conferência Oeste, o duelo foi acirrado, mas desta vez o resultado foi diferente do encontro anterior.

Segunda-feira passada, no dia (17), quem havia levado a melhor tinha sido o plantel dirigido pelo técnico Doc Rivers, na ocasião o placar registrou 118 a 110. Neste duelo, a formação escolhida por ele para o primeiro quarto foi composta por Reggie Jackson, Paul George, Ivica Zubac, Kawhi Leonard e Marcos Morris Sr.

Já o concorrente, treinado por Rick Carlisle, precisando se superar do revés anterior, veio com Luka Doncic, Tim Hardaway Jr., Kristaps Porzings, Dorian Finney-Smith e Maxi Kleber.

Primeiro quarto

No lance inaugural da partida, Luka Doncic, preparou ótima bola para Maxi Kleber enterrar, pouco depois, o esloveno de 21 anos de idade, encestou um arremesso valendo três pontos, demonstrando que estava bastante a fim de jogo.

Beneficiado pela empolgação do armador de 2,01 metros de altura, e sua ótima visão, da movimentação dos companheiros em quadra, o ala-pivô, Kristaps Porzings, expulso no duelo de abertura da série contra os Clippers, tratou de melhorar seu rendimento para a franquia, convertendo mais uma tentativa de longa distância dos Mavericks, abrindo 8 a 0.

Marcos Morris Sr., respondeu para o Los Angeles, e estreou a contagem do segundo colocado do Oeste, na temporada regular, porém, Porzings não estava de brincadeira e com esplendorosa cravada no aro, balançou a tabela e manteve o ânimo do Dallas lá no alto, mantendo a liderança na contagem.

Lou Williams, Kawhi Leonard e Montrezl Harrell, buscavam a reação dos Clippers, investindo contra a cesta, em chutes perto do garrafão, entretanto, nada suficiente para se sobrepor ao rival, contudo, encurtando a distância no marcador: 29 a 25 a favor dos Mavericks.

Segundo quarto

Algumas peças do Dallas Mavericks começaram a ter destaque após saírem da reserva, Boban Marjanovic, que havia entrado antes do término do período anterior, exerceu sua presença nos rebotes e contribuiu pontuando. Seth Cury também bagunçou a defesa do oponente, através de suas infiltrações, partindo para dentro da área pintada.

Doncic seguiu regendo a atuação do plantel texano, matou duas bolas de três pontos, deu assistências e mostrou sua qualidade nos momentos que exigiam individualidade. Do outro lado, Kawhi Leonard e Reggie Jackson não permitiam que a vantagem do rival se estendesse em excesso: 61 a 56, para a franquia ganhadora do título da temporada 2010-2011.

Terceiro quarto

Um fator preponderante para o time de Los Angeles não ter maior sorte no jogo foi o fraco rendimento de uma de suas estrelas, Paul George não fez nenhuma cesta até praticamente a metade do terceiro quarto, quando Reggie Jackson o achou livre pra enfim anotar seus primeiros pontos.

Só que o grupo de Dallas foi efetivo e contou com Kristaps Porzings, Kleber, Tim Hardaway Jr.

e Trey Burke para permanecer à frente, 98 a 85.

Último quarto

A etapa final trouxe Kawhi Leonard, decidido a buscar a virada no placar, logo no princípio, o craque deu uma enterrada violenta em cima de Dorian Finney-Smith. Em outro lance de habilidade, ele aplicou um belo giro em Kleber, para fazer a cesta de bandeja.

Pelo sétimo classificado do Oeste, na temporada regular, Seth Cury armava a equipe do Dallas Mavericks com perfeição e encontrava espaços para servir os companheiros.

Favorito no confronto, o Los Angeles Clippers lutou, buscou superar as dificuldades que se apresentavam, todavia, não foi o suficiente para sair com a vitória, mesmo com Doncic fora de ação na maior parte do período, por conta das cinco faltas que tinha cometido.

127 a 114, foram os números da contagem, e os Mavs empataram a série em 1 a 1.

Destaques individuais

  • Dallas- Luka Doncic, 28 pontos, 7 assistências e 8 rebotes; Kristaps Porzings, 23 pontos, nenhuma assistência e 7 rebotes; Tim Hardaway Jr., 17 pontos, 3 assistências e 2 rebotes.
  • Clippers- Kawhi Leonard, 35 pontos, 2 assistências e 10 rebotes (duplo-duplo); Lou Williams, 23 pontos, 7 assistências e 4 rebotes; Paul George, 14 pontos, 2 assistências e 10 rebotes (duplo-duplo).

Próximo duelo

  • Dallas Mavericks e Los Angeles Clippers, nessa sexta-feira (21), às 22 horas (horário de Brasília), na AdventHealth Arena.

Siga a página NBA
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!