Mesmo estando na luta por uma das seis vagas (quatro diretas na fase de grupos e duas nos mata-matas) para a próxima edição da Taça Libertadores da América, o Fluminense, no momento, não priorizará a contratação de mais reforços nesse restante de temporada. Contratações, no Tricolor, só acontecerão, segundo o planejamento da diretoria, se aparecerem oportunidades viáveis no mercado.

Nesse período de janela de transferências, a única cara nova a desembarcar nas Laranjeiras foi o atacante Lucca, ex-jogador de Corinthians, Criciúma, Bahia, Internacional e que estava no Futebol da Turquia.

Após as perdas importantes do lateral-direito Gilberto e centroavante Evanílson para, respectivamente, o Benfica e o Porto, os maiores clubes do futebol português, a intenção do Fluminense era buscar opções para preencher as duas lacunas.

Na defesa, o técnico Odair Hellmann conta com o jovem Calegari e o criticado Igor Julião, e no setor ofensivo, como opção a Fred, que, por já estar com idade avançada, não tem, quase sempre, condições de atuar os noventa minutos de uma partida, utiliza o contestado Fellipe Cardoso, aposta em Lucca ou improvisa um atacante de lado como um falso centroavante.

A falta de dinheiro é o motivo principal do Flu não buscar alternativas. Diante disso, a prioridade é acertar os salários atrasados. Lembrando que, na última terça-feira, houve o pagamento de 30% dos vencimentos de setembro de jogadores e funcionários. Fata, ainda, quitar os 70% restantes, além dos direitos de imagens dos atletas de agosto e setembro.

Outro ponto, que leva a esse freio nas negociações, é a avaliação do atual grupo de trabalho. Segundo o técnico Odair Hellmann, com o que tem, reforçado de jogadores oriundos das categorias de base, o Fluminense possui totais condições de se manter na briga por um lugar na Libertadores de 2021.

Time pode ter dois retornos contra o Palmeiras

No momento ocupando o quinto lugar na classificação, com 32 pontos, o Fluminense, no sábado que vem, a partir das 21h30 (de Brasília), enfrenta, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Allianz Parque, o Palmeiras e, para esse compromisso, deverá contar com dois importantes retornos: o meia Nenê e o atacante Fernando Pacheco, ambos recuperados de lesões musculares.

Os dois se contundiram na reta final do primeiro turno da competição. Pacheco não vai a campo desde o empate de 1 a 1 com o Atlético-MG, no Mineirão; Enquanto isso, Nenê, artilheiro da equipe na temporada, jogou sua última partida na vitória de 3 a 1 sobre o Santos, no Maracanã.

A definição sobre a presença de Nenê e Pacheco virá após a atividade de sexta. Caso fiquem realmente à disposição, o apoiado4 deverá iniciar como titular. Já o atacante peruano ficaria como opção no banco de reservas.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Fluminense
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!