O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense eliminou o São Paulo da semifinal da Copa do Brasil, nesta quarta-feira (30), empatando em 0 a 0, no Estádio do Morumbi. Por ter vencido em Porto Alegre, pelo placar de 1 a 0, o resultado de igualdade no campo são-paulino favoreceu o plantel comandado por Renato Portaluppi, que se classificou para a decisão contra a Sociedade Esportiva Palmeiras.

O Imortal vai em busca de seu sexto título do torneio, tentando igualar o maior campeão, o Cruzeiro. Seu rival Alviverde na grande decisão, retirou o América Mineiro, aplicando 2 a 0, no Independência; o Palmeiras é dono de três troféus deste campeonato.

Jogo

Em um duelo de poucas chances para balançar as redes, Grêmio e São Paulo concentraram suas atenções em não dar espaço para o adversário, isso levou os setores ofensivos de ambos, a encontrarem bastante dificuldade na criação.

Quem mais se aproximou de fazer o gol foram os gremistas, durante a etapa inicial: no principal momento do confronto, Victor Ferraz desperdiçou a chance acertando a trave, aos 9 minutos, após bom passe de Diego Souza.

O centroavante do time visitante também quase surpreendeu o goleiro Tiago Volpi, ao pegar sobra de bola dentro da área, emendando uma bicicleta, que levou perigo, aos 18’, o arremate passou perto...

Respondendo para o Tricolor do Morumbi, Gabriel Sara recebeu assistência de Tchê Tchê e bateu colocado tentando acertar o ângulo, entretanto o chute subiu demais, aos 28’.

Pouco depois, aos 41’, o rápido e habilidoso atacante de 23 anos, Pepê, arriscou de longa distância, Tiago Volpi se esticou tentando desviar a bola e não alcançou, para sua sorte, ela foi fora.

O Time da Fé, não esteve inspirado na produção de oportunidades, contudo, quase no término do espetáculo, aos 47’ do segundo tempo, Toró pôde cabecear uma bola buscando levar a partida às penalidades, só que o arqueiro Vanderlei defendeu com segurança.

Escalações

  • Grêmio- Vanderlei, Victor Ferraz, Rodrigues, Kannemann, Diogo Barbosa, Matheus Henrique, Lucas Silva, Alisson, Pepê, Jean Pyerre e Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi
  • São Paulo- Tiago Volpi, Juanfran, Arboleda, Bruno Alves, Léo, Luan, Daniel Alves, Tchê Tchê, Igor Gomes, Gabriel Sara e Brenner. Técnico: Fernando Diniz.

Próximos compromissos pelo Brasileirão

  • Red Bull Bragantino e São Paulo, na quarta-feira (6), às 21:30, no Estádio Nabi Abi Chedid.
  • Grêmio e Bahia, quarta-feira (6), às 19h15, na Arena do Grêmio.

Entrevista coletiva de Fernando Diniz

Interrogado se a eliminação na Copa do Brasil pode afetar o trabalho na temporada, Diniz respondeu: “Em relação ao jogo de hoje, não dá para desconsiderar o jogo de lá de Porto Alegre, acho que lá a gente teve as chances mais claras para poder sair vencedor e não conseguiu, eles trouxeram a vantagem para cá, fizeram uma base forte na marcação, tem muito mérito do Grêmio nisso, e tivemos dificuldade, criamos pouco; eles realizaram a proposta do 0 a 0 .

O Campeonato Brasileiro é outro torneio, vamos saber separar isso, vamos treinar, trabalhar e nos esmerar pelo objetivo.”

Sobre a arbitragem do carioca, Breno Arleu de Araújo , o treinador falou: “Acho que a arbitragem foi muito conivente com o tipo de jogo, que o Grêmio se propôs a fazer desde o primeiro minuto, que já começou lá em Porto Alegre; os time que não querem jogar são beneficiados pela arbitragem. ”Referindo-se ao tempo de acréscimo do duelo: seis minutos, insuficientes, na sua visão, em relação ao período de paralisação, durante o espetáculo".

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!