O Grêmio vive um momento turbulento dias antes da grande decisão da Copa do Brasil 2020, contra o Palmeiras, que pode decidir vários caminhos para o clube ao longo do ano de 2021. Isso porque a conquista proporcionaria a disputa da Supercopa do Brasil, fase de grupos da Libertadores e liberaria calendário para a equipe treinar.

Contudo, além da turbulência causada pelos maus resultados dentro de campo, o Grêmio vive uma indefinição no seu comando técnico. Renato Portaluppi deixou de ser um nome unânime dentro do Grêmio e entre os próprios torcedores, tendo o seu trabalho à frente do clube contestado em vários momentos ao longo da temporada.

A derrota para o São Paulo foi um exemplo da fragilidade do Grêmio. Uma defesa exposta, jogadores controversos atuando e a aposta numa formação tática que há muito tempo não rende frutos. Por conta disso, e pensando na proposta do Atlético-MG a Renato, o Grêmio já monitora nomes no mercado.

Proposta do Atlético-MG a Renato Portaluppi

O nome de Renato circula nos bastidores do Atlético-MG, de acordo com a imprensa esportiva de Minas Gerais. De acordo com informações, inclusive, o clube mineiro chegou a formalizar uma proposta a Renato, que, ao ser perguntado, despistou sobre o assunto e reforçou foco no Grêmio.

Entretanto, Grêmio e Renato, atualmente, parecem estar distante e, muito provavelmente, a saída do treinador faria bem a todos os envolvidos.

Grêmio, Atlético-MG e Renato sairiam ganhando em uma eventual transação ao fim da temporada.

Nomes de treinadores são sondados no Grêmio

Para evitar perder tempo, o Grêmio tem em pauta alguns nomes para substituir Renato Portaluppi em caso de saída do treinador. Olhando para o mercado nacional, o Grêmio busca um treinador com o perfil de gestor, que consiga, a partir de um investimento curto e aposta nas categorias de base, tirar o melhor de uma equipe formada.

Cuca e a saída do Santos

Cuca já confirmou que deixará o Santos ao fim da temporada. Sondado também pelo Atlético-MG, o treinador não fala sobre seu futuro e evita ao máximo discutir possíveis destinos enquanto a temporada não se encerra no calendário brasileiro. O Grêmio poderia ser um destino para o técnico, que já trabalhou no clube em 2004.

Tiago Nunes e a proximidade com o Grêmio

Tiago Nunes trabalhou durante anos nas categorias de base do Grêmio.

Conhece o projeto e a estrutura das categorias de base do Grêmio, podendo ser um nome a ser cogitado pela diretoria do tricolor em uma eventual saída de Renato Portaluppi.

Roger Machado e a nova chance

Um dos favoritos do presidente, Roger Machado fez um trabalho consistente pelo Grêmio, aproveitou a base, alçou garotos ao time titular, mas, ao final, pediu para sair por achar que não tinha como agregar mais ao clube. Contudo, é um nome que sempre agrada o presidente Romildo Bolzan Jr.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!