A paixão dos torcedores pelos seus times de coração muita das vezes não têm limites. E mais um caso de expressão do fanatismo foi registrado na cidade de Maricá, região metropolitana do Rio de Janeiro.

Isso pois um flamenguista decidiu colocar o nome do filho homenageando jogadores que faziam parte do elenco multicampeão do clube carioca da temporada 2019.

Gabriel Henrique Arrascaeta Ribeiro

O rubro-negro Allan Mattos, de 31 anos, resolveu batizar o herdeiro com o nome de três atletas que foram fundamentais nas últimas conquistas do time de maior torcida do Brasil.

A promessa foi feita na quarta de final da Taça Libertadores de 2019 contra o Internacional.

A mulher de Allan, que se chama Fernanda Ribeiro, teve também o seu sobrenome dado ao filho. Isso pois o sobrenome da mulher combina com o do meia Everton Ribeiro. Sobre o desejo do marido, ele diz que Fernanda levou o fato numa boa. “Ela só riu quando viu a certidão!”, afirmou Allan à reportagem do jornal Extra.

Allan contou com resistência de grande parte da família a respeito do nome da criança. Porém, mesmo assim, em outubro de 2020 ele foi ao cartório sozinho registrar o bebê.

Agora ele espera que, pós pandemia, possa levar o filho, que hoje tem cinco meses, para conhecer os homenageados e já prepara outra referência a um jogador rubro-negro.

“Caso tenha outro filho será Diego Ribas”, disse o fanático torcedor.

Flamengo avassalador nas últimas temporadas

O time carioca começou um trabalho de restruturação financeira em 2013 com o objetivo de voltar a figurar entres os maiores vencedores do futebol nacional. Naquela época, o Flamengo tinha dívidas que giravam em torno de R$ 800 milhões.

O então presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Melo, assumiu a direção do clube afirmando que a prioridade nos anos seguintes era o abatimento da dívida e posterior melhora do elenco. E assim foi feito.

Há oito anos, a equipe contava com elenco modesto e mesmo assim conquistou a Copa do Brasil de 2013, que foi o único título de expressão nacional até 2019, quando o fruto dos anos de pagamento de dívidas realmente geraram títulos de relevância.

A chegada do técnico português Jorge Jesus em meados da temporada de 2019 elevou o nível de atuação da equipe que até então sofria nas mãos do técnico Abel Braga. Bom lembrar que ótimas contratações também proporcionaram ao comandante português um trabalho de excelência.

Daí, começou a sequência de taças erguidas. O Flamengo foi campeão brasileiro com facilidade em 2019 e ainda ergueu a Taça Libertadores da América depois de 38 anos num jogo épico contra o River Plate da Argentina, virando o placar nos últimos minutos da final e vencendo por 2 a 1.

Já em 2020, o rubro-negro venceu a Recopa Sul-americana, Supercopa do Brasil e mais um campeonato estadual. Mês passado, levantou mais um título de campeão do Brasileirão.

Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Flamengo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!