O Grêmio está prestes a encerrar a sua temporada de 2020. Após o jogo contra o Palmeiras, no próximo dia 7, a página 2020 será virada e um novo trabalho entra, completamente renovado. E assim parece esperar a agremiação. Isso porque a avaliação interna da equipe mostra um desgaste de algumas peças, que devem deixar a equipe para a sequência do ano na próxima temporada.

Alguns nomes possuem contrato até o final de 2021 e, com salários altos, são vistos como possíveis dispensados para a próxima temporada. Dessa forma, o Grêmio deve resolver as pendências com a comissão técnica para entender, enfim, quem fica e quem sai para 2021.

Entretanto, seja com a comissão técnica atual ou uma nova, alguns jogadores realmente devem deixar o clube e procurar novos ares.

Vanderlei perde titularidade e unanimidade no Grêmio

O goleiro vindo do Santos chegou no início do ano com a pompa de assumir a meta tricolor e afastar os fantasmas deixados por Marcelo Grohe. A temporada de 2019 não foi positiva para Paulo Victor, tanto é que 2020 o goleiro passou o ano no banco, com oportunidades esporádicas quando Vanderlei não atuou.

Contudo, nos dois últimos jogos da temporada, Vanderlei perdeu o posto e Paulo Victor foi alçado à titularidade para enfrentar o Palmeiras. A ideia nos bastidores do Grêmio, aparentemente, é abrir mão de Vanderlei, assim como já dispensou Júlio César e fazer o investimento na base, tanto em Brenno, como também em Adriel.

David Braz e Paulo Miranda em discussão

O ídolo Pedro Geromel caminha para a reta final de sua brilhante carreira. Com temporadas contadas, o jogador sofreu com lesões em 2019 e mais ainda em 2020, ficando de fora de jogos importantes na temporada. Internamente do Grêmio, a ideia é trazer um zagueiro que possa substituir o ídolo da torcida.

Paulo Miranda, titular contra o Palmeiras, não proporciona confiança, enquanto David Braz já é visto com um declínio técnico e físico.

Meio-campo torna-se discutível

Dois jovens que tiveram um ano de bastante oscilação no Grêmio foram Darlan Mendes e Jean Pyerre. Constantemente no banco, Darlan deve ser envolvido em alguma negociação para ganhar rodagem ou ainda negociado em definitivo no futuro próximo.

O caso de Jean Pyerre, porém, é mais grave. Isso porque há o entendimento que o jogador já não goza mais da unanimidade que teve em um passado recente. Com isso, o Grêmio não descarta um negócio de ocasião pelo atleta, que oscilou bastante durante o ano e foi de pérola a contestável.

Jogadores contestados podem deixar o Grêmio

Victor Ferraz e Thaciano não gozam de prestígio com a torcida do Grêmio e devem ser incluídos na barca de negociáveis do Grêmio. Bem avaliados no mercado interno, os dois jogadores já teriam proposta de outros clubes pelo seu Futebol. O caso mais bem encaminhado seria o de Victor Ferraz, que recebeu recentemente uma sondagem do Ceará.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!