O Grêmio é um dos clubes que mais formam jogadores no Brasil nos últimos anos. Gratas surpresas têm saído das categorias de base do Tricolor ao longo da década passada, o que fez os olhos de vários clubes europeus se voltarem para as ótimas levas de jogadores que surgiam em Porto Alegre.

Arthur, Everton Cebolinha, Walace, Pepê e por aí vai. Jogadores que subiam ao profissional, conquistavam títulos, contribuíram para a equipe titular e ainda enchiam os cofres do clube. Outros, como Tetê e Diego Rosa, nem sequer estrearam pelo profissional e já se despediram, rendendo ótimas cifras ao Grêmio.

Uma nova safra que surge no Grêmio

O Grêmio traz novidades constantes entre seus titulares ano após ano. Se em 2017 Arthur despontou para o Futebol mundial, o Grêmio já preparava o terreno para que Matheus Henrique começasse a brilhar. As boas atuações do jovem renderam, inclusive, uma convocação à Seleção Brasileira.

Agora, com Matheus já consolidado, Darlan Mendes surge como sua grande sombra, capaz de ocupar a vaga do atual camisa 7 em uma eventual saída para o futebol europeu. E assim trabalha o Grêmio, com reposições pontuais e essenciais encontradas dentro do próprio elenco.

O primeiro exemplo é o de Brenno, que, enfim, ganhou chances em 2021 após atuações contestadas de Paulo Victor e Vanderlei em 2020.

Na lateral-direita, Vanderson é o grande nome da vez, tendo destaque, inclusive, no cenário nacional, com apenas 19 anos.

Ainda na linha de defesa, Ruan é o grande nome no início de temporada. Rápido, consistente e bom na bola aérea, Ruan mostra seus valores no Grêmio e já é visto com bons olhos no futebol europeu. "É o próximo que vai ser vendido para a Europa.

É difícil eu me enganar com jogador", disse Renato em coletiva após o GreNal.

Outro nome é o de Darlan Mendes que, apesar das normais oscilações, vem ganhando terreno na nova temporada e é um candidato à vaga ao lado de Matheus Henrique no meio-campo do Grêmio. Como Darlan, Ferreira também tem sido um destaque "tardio". Embora a singela demora para externar todo o seu futebol, o atacante agora se consolida como peça essencial no esquema de Renato Portaluppi.

Grêmio ainda tem garotos para despontarem

Além dos jogadores que já se consolidam na equipe titular e que devem ganhar minutos ao longo da temporada, o Grêmio ainda tem uma lista grata para compor o banco de reservas em eventuais situações. O goleiro Adriel, o lateral-esquerdo Guilherme Guedes, o zagueiro Heitor, o volante Fernando Henrique, o meia Pedro Lucas, os atacantes Elias Manoel, Léo Pereira e Guilherme Azevedo, além, claro, do centroavante Ricardinho.

O Grêmio conta com uma safra se consolidando, mas já prepara o seu terreno para integrar um novo "lote" de meninos da base para compor o time titular do Tricolor no futuro próximo.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!