Uma das violências mais condenáveis do mundo é o abuso de crianças. No Brasil, milhares de jovens sofrem dessa violência diariamente. No fim de 2013, o londrinense Marcos Colli foi acusado de abusar sexualmente de diversas crianças de um bairro da periferia da cidade e ajudou a abrir os olhos de pais e educadores. "O caso mostrou que o abusador pode estar nos locais que a gente menos espera", destacou a promotora da 6° Vara Criminal (Maria da Penha). Marcos Colli era presidente do Partido Verde (PV) em Londrina. Ele também ocupava um cargo de assessor à presidência da Câmara de Vereadores e tinha se candidatado a vereador e até a prefeito de Londrina nas eleições de 2008.

Engana-se quem pensa que os casos de pedofilia só acontecem com frequência no Brasil. Na última semana, na Inglaterra, ocorreu um caso desse tipo em West Midlands, na cidade de Birminghan. Bashar viajou para Londres para manter relações sexuais com uma criança de 13 anos. O homem mandava mensagens de pornografia explícita para a menina. Eles marcaram um encontro e quando os dois chegaram ao local, algo muito surpreendente aconteceu.

O que esse homem não imaginava é que tudo isso não se passava de uma grande armação organizada por um grupo justiceiro chamado "caçadores de pedófilos". O grande objetivo deste grupo é identificar e pegar pedófilos no flagra, para depois entregá-los às autoridades competentes. Neste caso, o "pedófilo viajante" trocou mensagens com a suposta criança por mais de uma semana e só depois eles marcaram um encontro.

O homem só aceitou se encontrar com a criança porque pensou que sua mãe estaria trabalhando à noite, no momento em que os dois fossem se encontrar.

O homem viajou os 160 quilômetros até o local e foi preso pela Polícia assim que desembarcou na estação de Sutton Coldfield, em Birmingham. Vale ressaltar que ele havia prometido, nas conversas, que daria um celular e pegaria a criança de carro em sua escola para fazerem sexo.

Nas conversas, o grupo que controlava a conta fake chegou a pedir piedade e implorar para que o deixasse em paz, mas tudo foi em vão. No final, o homem foi declarado culpado por coagir um menor de idade para manter relações sexuais.

O caso aconteceu no último dia 11 de agosto e só agora foi denunciado pela revista mexicana TV Notas, famosa por cobrir as celebridades e outros fatos pelo mundo.

Até o momento, não se tem informações de condenação do homem.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!