Uma moça iraniana tinha um grande sonho: se parecer com a atriz americana Angelina Jolie. Cheia de dinheiro resolveu colocar seu sonho em prática. Mas a loucura chegou a deformar sua aparência e torná-la um ícone de como o ser humano pode ser bizarro e como a mente humana pode deformar o jeito com que enxergamos a realidade. Não pense você que as imagens chocantes que você verá a seguir são incomuns. Esse é um tipo de transtorno cerebral que pode acontecer e é até comum. Por exemplo, quem sofre de anorexia, não consegue enxergar sua realidade corporal. Uma pessoa que sã consciência olha uma outra esquelética e vê o transtorno imediatamente.

Quem vive o transtorno, não consegue enxergar e começa a se ver sempre como gorda. No caso desta iraniana de apenas 29 anos, o limite da loucura ficou há muito tempo para trás. Tanto é que, pasmem, ela hoje está pesando apenas 40 kg.

No caso desta iraniana, Sahar Tabar, talvez o desejo tenha a levado à loucura, pois o que ela virou depois das transformações chega a chocar qualquer um que tenha sanidade mental. A mulher passou por nada menos que 50 cirurgias e o resultado é realmente desastroso. O assunto chegou a ser comentado por Sônia Abrão, no 'A Tarde é Sua' e Sônia pediu a interdição da mulher e a responsabilização dos cirurgiões que fizeram o desastre no rosto da moça. 'Cadê a família dela?', questionou a jornalista.

Os internautas ficaram chocados diante de tanta bizarrice. “Aberração”, “monstro”, figura de Halloween e até de “noiva cadáver” são alguns dos adjetivos que a iraniana tem ganho por aí.

Com quase 300 mil seguidores na internet, ela parece gostar realmente da aparência e posta diversas fotos de seu rosto, como pode ser visto a seguir.

E você, gostou?

Veja fotos da iraniana Sahar Tabar depois da transformação para se parecer com Angelina Jolie

Selficídio, outro transtorno moderno de dismorfia

Esse é apenas um dos transtornos cerebrais. Há alguns meses foi publicado aqui na coluna também o caso de uma mulher bonita, de olhos claros, que se enxergava completamente deformada .

É o transtorno da dismorfia. A mulher era normal, bonita mas se enxergava completamente deformada. Esse transtorno moderno também pode ser chamado de selficídio, ou seja a morte pela selfie. A mulher que não consegue se enxergar de forma correta após uma selfie. Não ache que isso é brincadeira, é uma doença. É o que passou a publicitária Solange Cassanelli. No caso desta moça, ela acabou buscando tratamento psicológico e se tratou da doença.

Não perca também

Fã n°1 de 'Os Trapalhões' revela segredo e detona Didi: 'Farsante, ganancioso'

Na pior: ex-BBB Emilly faliu, não paga mais o aluguel e Neymar está bancando

Não perca a nossa página no Facebook!