Celebrado todos os anos no dia 21 de março, o Dia Internacional da Síndrome de Down é uma data importante para a conscientização a respeito das dificuldades pelas quais portadores de tal síndrome passam, bem como destacar a importância da luta por direitos igualitários, bem estar e inclusão para essa parcela da população.

Além disso, a data tem como uma de suas principais finalidades pontuar discussões acerca da categoria na qual a Síndrome de Down se enquadra, uma vez que algumas pessoas ainda insistem em trata-la como doença quando, na verdade, é apenas uma mutação de material genético, ocasionada pela trissomia do cromossomo 21, uma possibilidade que está presente em todas as raças.

Como a síndrome acontece, ainda é um mistério para a comunidade médica. Até o presente momento, as informações que se têm é que o seu surgimento em uma determinada criança data, ainda, do período da gestação, quando se formam as células do embrião. Nessa ocasião, ocorre a referida trissomia, uma vez que o cromossomo 21 possui uma terceira cópia, fazendo com que os portadores da Síndrome de Down possuam 47 cromossomos, sendo que o número correto seria 46.

A origem e os motivos para a existência do Dia Internacional da Síndrome de Down

Foi escolhido o dia 21 de março para celebrar o Dia Internacional da Síndrome de Down por um motivo bastante inteligente: a data faz alusão aos três cromossomos 21 possuídos pelos portadores de tal mutação genática.

O responsável ela escolha da data, por sua vez, foi o geneticista Stylianos E. Antonarakis, da Universidade de Genebra, membro da Down Syndrome International.

Atualmente, o Dia Internacional da Síndrome de Down consta no calendário da Organização das Nações Unidas (ONU) e é comemorado em todos os 193 países membros da Organização.

Como maneira de comemorar e conscientizar, durante esse dia, são feitas algumas atividades em escolas e demais instituições de ensino com esse objetivo.

Entre as atividades oferecidas, destacam-se palestras a respeito da Síndrome de Down, peças de teatro com atores portadores da Síndrome, whorkshops voltados para os pais das crianças que lidam com a mutação genética, campeonatos esportivos exclusivos para pessoas com a Síndrome de Down e, por fim, uma caminhada (ou corrida) solidária, cujo intuito é divulgar campanhas de formação voltadas para crianças portadoras da Síndrome.

Objetiva-se que, com o passar dos anos e conforme essas atividades forem atingindo mais camadas da sociedade, os preconceitos e desafios enfrentados pelas pessoas que vivem com Sindrome de Down, aos poucos, sejam diminuídos e, porque não, erradicados por completo num futuro próximo.

Siga a página Mundo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!