Explosões ocorreram neste domingo (21) em igrejas católicas e hotéis de luxo, no Sri Lanka, durante a celebração do domingo de Páscoa. O ocorrido deixou 450 feridos e 207 mortos. É a maior violência no país nos últimos anos.

As autoridades contabilizaram um total de oito explosões, dentre elas, três igrejas localizadas na capital Colombo e outras duas em Batticaloa e Katana. Entre os hotéis atingidos, estão Cinnamon Grand, Shangri-La e Kingsbury, considerados hotéis cinco estrelas no país. Estes, eram localizados também em Colombo.

Treze pessoas já foram detidas, mas nenhum grupo assumiu autoridade dos ataques até o momento. A maior parte das explosões foram ataques suicidas. Líderes do Sri Lanka temem que o Estado Islâmico seja o responsável pelo massacre.

Outras duas explosões aconteceram, uma ao sul de Colombo, perto do distrito de Dematagoda e outra próximo ao zoológico, causando a morte de três policiais. Rapidamente o Governo decretou toque de recolher e informou o bloqueio, temporariamente, das redes sociais.

"Mas há um pouco de pânico", esse foi o depoimento do correspondente da BBC no Sri Lanka, Azzam Ameen.

Em seu discurso, o correspondente, orientou a população a ficar dentro de suas casas nos próximos dias e concluiu que poderiam haver ataques futuros. Desde de 2009, com o fim da sangrenta guerra civil, o país não vivencia um ataque como este.

Responsáveis pelo ataque

Mesmo sendo muito cedo para apontar culpados, as autoridades do país afirmaram que os ataques foram coordenados e planejados. Os quais foram praticados às 8h30 da manhã (horário local), exatamente quando as missas de Páscoa ocorriam nas igrejas cristãs e os hotéis estavam lotados.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Governo Religião

Algumas fotos circularam pela internet mostrando o Santuário de Santo Antônio, na cidade de Kochchikade. Depois do ataque, o interior do Santuário ficou destruído, com sangue nos bancos e tetos quebrados. Ao que sabe, cerca de 67 vítimas morreram no local.

A Igreja de São Sebastião e de Santo Antônio, foram os primeiros alvos do ataque, o que deixou entre 25 e 50 pessoas mortas. Foram relatados atentados por motivações religiosas nos últimos anos, causados por grupos radicais de nacionalistas cingaleses.

"Tomaremos todas as medidas necessárias contra qualquer grupo extremista que esteja operando em nosso país". Foi o que disse o ministro da Defesa, Ruwan Wijewardane. O ministro também informou que culpados serão designados e levados a custódia o mais rápido possível.

Religião do país

O budismo Theravada é a Religião mais seguida do Sri Lanka, possuindo 70,2% de adeptos. Do restante, 9,7% da população é muçulmana e 12,6% seguem as crenças hindus. Os cristãos agregam cerca de 7,4% da população do país, sendo (1,3%) evangélicos e (6,1%) católicos.

Totalizando 1,5 milhões de fiéis.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo