Nessa terça-feira (2), um corpo causou pânico em um bairro de Londres. Entretanto, o pânico não se deve somente à descoberta do cadáver, mas, antes, à situação que o levou a aparecer no bairro londrino: o homem em questão viajava de avião e caiu. Atualmente, especula-se que ele viajava de maneira clandestina no voo da empresa Kenyan Airways.

De acordo com informações fornecidas por veículos de comunicação britânicos, a vítima viajava de Nairóbi, capital do Quênia, para a Inglaterra, quando a queda aconteceu.

Todo o trajeto duraria cerca de nove horas.

O corpo atingiu o chão no jardim de uma casa, localizada no bairro de Clapham, região sudoeste de Londres. Na ocasião em que a vítima caiu, um homem tomava sol no jardim, segundo relatou um dos vizinhos da casa, que foi citado em um comunicado da agência de notícias Press Association, da Inglaterra.

O vizinho relatou que o corpo caiu bastante próximo do homem que tomava sol, cerca de um metro, conforme a sua percepção.

A força com que a vítima atingiu o chão, por sua vez, quando somada ao impacto da queda, foi capaz de formar um buraco na grama, conforme informações obtidas através do tabloide The Sun, que publicou uma fotografia do jardim no qual a queda ocorreu.

O mesmo vizinho responsável por detalhar tais pontos acerca da queda ressaltou à imprensa britânica que, ao cair, o corpo se encontrava intacto. De acordo com ele, a vítima se assemelhava a “um bloco de gelo” quando atingiu o chão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Viagem

De acordo com informações fornecidas pela Scotland Yard, a polícia metropolitana de Londres, o passageiro que caiu do trem de pouso do avião da Kenyan Airways viajava clandestinamente. Para os investigadores responsáveis pelo caso, o motivo para acreditar em tal hipótese está atrelado ao fato de terem sido encontrados no trem de pouso do avião uma bolsa, além de água e comida, pontos que confirmariam a presença de alguém no local.

A respeito do incidente, a companhia aérea responsável pelo voo no qual estava o passageiro clandestino em questão afirmou que considera algo lamentável que uma pessoa tenha morrido ao embarcar dessa maneira em um de seus aviões. Também em seu comunicado oficial a respeito do ocorrido, a Kenyan Airways expressou o seu pesar pelo falecimento do passageiro.

Incidente recorrente

Incidentes do tipo, por mais incomum que pareçam, foram registrados outras vezes nos arredores da capital da inglesa.

No ano de 2012, por exemplo, o corpo de um homem, cuja origem seria Moçambique, foi encontrado na calçada do East Sheen, bairro localizado no sul de Londres. O passageiro em questão caiu de um voo da British Airways cuja origem era Angola, país localizado no continente africano.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo