O mundo das notícias é complexo, e histórias e imagens falsas costumam ser amplamente compartilhadas nas redes sociais. A equipe editorial da Blasting News identifica as informações enganosas e as fraudes mais populares toda semana para ajudá-lo a entender o que é verdade e o que é mentira. Aqui estão alguns dos boatos falsos mais compartilhados da semana.

EUA

Alegação: Joe Biden estava usando um ponto durante o primeiro debate presidencial

Fatos: Publicações compartilhadas milhares de vezes nas redes sociais afirmam que o candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, usava um ponto para receber instruções de sua equipe durante o primeiro debate presidencial, ocorrido na última terça-feira (29).

Verdade: O porta-voz da equipe de Biden, Andrew Bates, refutou a informação em um e-mail à agência AFP.

O que seriam o fio e o fone de ouvido são, na verdade, o rosário que Biden usa em homenagem ao filho Beau, que morreu vítima de câncer em 2015, e um vinco na camisa do candidato, como reportam a Reuters e a AFP Fact Check.

EUA

Alegação: Joe Biden recebeu perguntas do debate presidencial com antecedência

Fatos: Um boato dizendo que o candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, recebeu as perguntas do debate presidencial com antecedência foi compartilhado milhares de vezes nas redes sociais, como relata a agência Reuters.

O boato foi enfatizado por uma entrevista com o autor conservador e teórico da conspiração Jerome Corsi, na estação de rádio KXEL, onde ele disse: "As informações que acabei de obter, e acho que são precisas, é que Joe Biden recebeu as perguntas de Chris Wallace, da Fox, e está sendo preparado sobre as exatas perguntas que serão feitas".

Verdade: Segundo a Reuters, Corsi não compartilhou nenhuma evidência para apoiar sua declaração. Por outro lado, Wallace e um porta-voz da Fox News refutaram a alegação.

EUA

Alegação: Hillary Clinton se referiu aos afro-americanos como "superpredadores" durante sua campanha presidencial em 2016

Fatos: Um vídeo usado pela campanha digital de Trump em 2016, intitulado "superpredador", mostra Hillary Clinton se referindo aos afro-americanos.

Nas imagens, a então candidata democrata à presidência dos EUA diz: "Eles geralmente são o tipo de criança chamada de superpredadora. Sem consciência, sem empatia. Podemos discutir sobre por que eles ficaram assim, mas primeiro, temos de fazê-los obedecer".

Verdade: Como o jornal britânico The Guardian relatou recentemente, este vídeo é de 1996. Posteriormente, em 2016, Clinton se desculpou por ter dito essas palavras. A declaração foi reutilizada por Trump durante a campanha presidencial para criar ataques nas redes sociais. O The Guardian relata que durante a campanha presidencial de 2016 nos Estados Unidos, Trump pode ter "procurado ativamente impedir que 3,5 milhões de negros americanos em estados-chave do país votassem ao deliberadamente direcionar a eles no Facebook anúncios negativos sobre Hillary Clinton".

PAQUISTÃO

Alegação: Ex-premiê Nawaz Sharif vendeu segredos nucleares do Paquistão a Israel

Fatos: Uma foto compartilhada mais de 400 vezes nas redes sociais mostra supostamente o ex-primeiro-ministro do Paquistão Nawaz Sharif e o embaixador israelense. Segundo as publicações, Sharif estaria se reunindo com o diplomata para "vender" os segredos nucleares em troca de transferir seu negócio para Israel.

Verdade: Segundo informações da AFP Fact Check, a imagem é uma manipulação digital de uma foto que mostra Sharif se reunindo com o ex-ministro das Relações Exteriores alemão Guido Westerwelle em junho de 2013. A bandeira israelense foi adicionada em cima da alemã para fazer a afirmação parecer mais real.

REINO UNIDO

Alegação: Lockdown em universidades britânicas faz parte de plano para usar vacina esterilizante em estudantes

Fatos: Publicações compartilhadas no Facebook afirmam que universidades britânicas foram forçadas a entrar em lockdown como parte de um plano para usar vacinas esterilizantes nos alunos. A legenda de uma das publicações diz: "Por favor, compartilhe isso com todos os pais de jovens estudantes universitários presos em seus dormitórios! A estratégia será trancá-los durante o inverno até a vacina estar pronta, momento em que estarão afundados em depressão, isolamento, lavagem cerebral e serão presas fáceis para a vacinação da Paternidade Planejada (ou seja, esterilização)".

Verdade: Segundo informações da agência Reuters, lockdowns ocorreram em algumas universidades britânicas para controlar surtos locais do novo coronavírus, como nas cidades de Manchester e Glasgow. Ainda segundo a Reuters, nenhuma vacina da Covid-19 está associada à Paternidade Planejada ou foi projetada para esterilizar pessoas.

ISRAEL/EUA

Alegação: Vídeo mostra resgate de vítimas de tráfico de crianças em Israel

Fatos: Publicações compartilhadas milhares de vezes no Facebook e Twitter alegam mostrar vídeo de soldados israelenses salvando crianças após três semanas de lockdown devido ao novo coronavírus e sugerindo que a pandemia pode ser um disfarce para o tráfico de crianças.

Verdade: Em entrevista à agência Reuters, Samuel Katz, que publicou mais de 20 livros e 100 artigos sobre segurança e operações militares no Oriente Médio, disse que a mulher que aparece nas imagens tirando as pessoas do tanque de água não está vestindo um uniforme das Forças de Defesa de Israel, mas sim um kit curdo.

Ele alega ainda que, diferentemente do Exército israelense, ela carrega um rifle AK-47. Ainda segundo a Reuters, os meios de comunicação locais Rudaw e Basnews relataram que o vídeo mostra oficiais curdos capturando mulheres e crianças suspeitas de serem ligadas ao Estado Islâmico que tentavam escapar do campo de refugiados de Al-Hol, na Síria.

BRASIL

Alegação: Foto mostra papa Francisco fumando maconha com o ex-presidente boliviano Evo Morales

Fatos: Imagem compartilhada milhares de vezes em contas no Twitter e no Facebook alega mostrar o papa Francisco fumando maconha enquanto é observado pelo ex-presidente da Bolívia Evo Morales. A legenda de algumas das publicações diz: "O grande Papa, olha pra ele fumando maconha com Evo Morales".

Verdade: Segundo informações da agência Aos Fatos, a imagem compartilhada foi manipulada digitalmente usando duas imagens distintas. A primeira, do papa Francisco, foi registrada em dezembro de 2013 pelo fotógrafo Vicenzo Pinto, da AFP, e mostra o Pontífice mandando um beijo para fiéis na Praça de São Pedro. A segunda, de Evo Morales, foi registrada em janeiro de 2013 por Juan Karita, da AP, e mostra o então presidente boliviano segurando uma folha de coca.

PORTUGAL

Alegação: CEO da Netflix foi preso por posse de pornografia infantil

Fatos: Publicação compartilhada no Facebook alega que co-fundador e co-CEO da Netflix Reed Hastings "enfrenta 11 acusações" após ter sido detido por "posse de material pornográfico infantil".

Verdade: Segundo informações do serviço de checagem de fatos do portal português Observador, não há nenhum registo da detenção de Reed Hastings ou de acusações contra ele por posse de pornografia infantil. O boato foi espalhado inicialmente pelo site Toronto Today, em inglês, recuperando uma história ocorrida no estado americano de Utah e trocando o nome do suspeito pelo do co-fundador e co-CEO da Netflix.

ESPANHA

Alegação: Papa Francisco pede que europeias se reproduzam com imigrantes muçulmanos para combater a baixa taxa de natalidade

Fatos: Publicações compartilhadas no Facebook alegam que o papa Francisco disse, em entrevista em 2016 ao jornal católico francês La Croix, que as mulheres europeias deveriam se reproduzir com os imigrantes muçulmanos para combater a baixa taxa de natalidade na Europa.

Verdade: Segundo informações da agência de checagem de fatos espanhola Maldita, esta afirmação é falsa. O papa de fato concedeu uma entrevista ao jornal La Croix em 2016, na qual falou sobre a necessidade de integração dos imigrantes que chegam à Europa, afirmando: "esta integração é ainda mais necessária hoje que a Europa sofre de um grave problema de natalidade negativa". O Pontífice, no entanto, em nenhum momento diz que as relações deveriam ser entre mulheres europeias e imigrantes muçulmanos.

Não perca a nossa página no Facebook!