O "Big Brother Brasil" versão 2020, nem bem começou e muitas são as polêmicas que os brother já se envolveram. Já teve uma polêmica envolvendo um suposto assédio cometido por Petrix contra a blogueira Boca Rosa, onde ele teria balançado seus seios enquanto ela estava bêbada. Na mesma noite, Bianca e Rafa Kallimann tiveram uma discussão que teve a dúvida se houve uma possível agressão, mas essas questões foram resolvidas após o programa questionar as famosas a sua opinião sobre as situações.

Agora a polêmica que está agitando as redes sociais é sobre uma conversa que a famosa Mari Gonzalez teve com o colega de confinamento Felipe na tarde de domingo (26).

Os confinados estavam conversando sobre zoofilia, que é quando uma pessoa mantém relação sexual com animais e a moça disse: "para gente é anormal, mas para muita gente não é. E tudo bem também a pessoa querer comer um animal, tudo bem".

A fala da famosa incomodou muita gente, que não gostou nada da moça dizer que estava tudo bem a prática de zoofilia. O deputado estadual pelo PSL, de São Paulo, Bruno Lima, que também é delegado, usou seu perfil no Instagram para repudiar a afirmação de Mari Gonzalez no BBB20.

O político é já é conhecido por defender a causa dos animais na Assembléia Legislativa de São Paulo.

Bruno Lima disse que vai acionar o Ministério Público a respeito da conversa ocorrida no "Big Brother Brasil".

O político revelou que era bem provável que eles vão entrar com uma representação no Ministério Público do estado do Rio de Janeiro, local onde ocorreu a conversa. O homem fez questão de reiterar que zoofilia é crime e que não é algo normal.

Ele ainda disse que queria ver um deles fazendo o resgate de um animal quando o mesmo é estuprado e mesmo assim dizerem que é normal.

Jonas, ex-bbb, e marido de Mari defende a esposa

Jonas H Sulzbach, marido de Mari Gonzalez e que já participou do "Big Brother Brasil", usou seu Instagram para defender a esposa.

ele postou um vídeo em que aparece chorando e disse que Mari é uma das melhores almas que já conheceu e que ela seria incapaz de concordar em ferir um animal. O rapaz informou que sua esposa está sendo vítima de injustiça e que eles jamais concordariam com maus tratos contra os animais, inclusive com a zoofilia. Ele disse ser contrário à disseminação de ódio e de intolerância nas redes sociais e pediu que as pessoas vejam a gravação em que a moça fala sobre o assunto e sua cara de nojo contra a situação.

Jonas disse que está recebendo ameaças desde que a gravação foi ao ar e chorando desabafou: "Agora, eu estou recebendo ameaças de morte todos os dias, de todos os lados.

Depois que saiu esse vídeo, eu não tenho mais vida. Pare de incitar o ódio".

Não perca a nossa página no Facebook!