Muitas mulheres consideradas 'fáceis' se escondem atrás de uma imagem de Mulher bem resolvida sexualmente. Sabe-se que elas têm sido reprimidas ao longo dos séculos e que se libertar disso parece algo maravilhoso, mas a realidade é que algumas foram de um extremo ao outro. Antes não se permitiam ter prazer sexual, agora praticam sexo com banalidade se expondo a doenças e riscos de modo geral.

Muitas bebem e usam drogas a ponto de não saberem o que fizeram na noite anterior, nem com quem estiveram. Usam e abusam disso para conquistar o homem que quiserem, e topam qualquer coisa para "se divertirem". Mas será que isso realmente lhe proporciona prazer?

Algumas mulheres possuem carência afetiva muito forte e por isso aceitam facilmente fazer sexo com qualquer pessoa simplesmente para poderem ser abraçadas, amadas e desejadas, nem que seja por alguns momentos.

A sua ânsia por ser liberal e conhecer de tudo a faz acreditar que nada pode lhe acontecer. Algumas não cuidam da saúde, correm o risco de pegar doenças e até engravidam sem planejamento, pois lutam pelo ato de poder abortar e preservar sua liberdade. Depois de um aborto, dificilmente se previnem, realizando vários abortos prejudicando a si mesma.

Muitas contam vantagem de sua liberdade sexual e por outro lado se queixam de não conseguirem manter ou iniciar relacionamentos duradouros. Elas não conseguem perceber que seu discurso de mulher moderna e liberal, que não precisa de ninguém para ser feliz, usando os homens que querem apenas se satisfazer momentaneamente, a impedem de conseguir um Relacionamento mais profundo.

Infelizmente, também há quem use essa liberdade para conquistar outras coisas, como dinheiro ou vantagens, cargos em empresas, promoções, reconhecimento, sem nenhum problema em usar o sexo como forma de pagamento para conseguir o que deseja.

Os melhores vídeos do dia

O prazer momentâneo pode lhe trazer, a longo prazo, um vazio, gerando mais insatisfação e até solidão, pois dificilmente ela encontrará alguém que a apoie em momentos difíceis. Talvez, por trás dessa liberalidade toda, exista uma baixa autoestima, relacionamentos frustrados mal elaborados, dificuldade em amar o outro, por falta de amor próprio.

É preciso entender que é perfeitamente normal a mulher ter prazer sexual e querer satisfazê-lo, desde que seja de forma saudável, respeitando a si mesma, preservando sua saúde física e mental.