Desde quando a internet se tornou um veículo popular e de fácil acesso à população, é dito sobre a importância de se economizar dinheiro, montar reserva de emergência e cortar gastos.

Segundo dados do IBGE (2020), 64% das famílias brasileiras não têm uma renda maior do que R$ 2.364,00 por mês. Além disso, o Brasil é o 2º no ranking de carga tributária da América Latina e o 14º no mundo.

De posse desses dados, é fácil descobrir o porquê de tanta informação sobre economizar e pouca execução no cotidiano da população.

E é com o intuito de democratizar o conhecimento financeiro que este artigo foi criado.

Portanto, descubra agora algumas maneiras de poupar seu dinheiro, dentro da realidade da população e com qualidade de vida.

Conhecer ganhos e gastos para economizar

O ponto de partida para poupar as finanças é saber exatamente quais são os gastos e a renda. Manter todas as informações à vista é essencial para que se realizem os outros passos.

Existe a ideia de que gastos mensais são apenas com aluguel, prestação de imóvel, condomínio, luz, água, gás, internet ou supermercado.

Porém, idas ao shopping, almoços em família, gasolina para o carro e lanches em redes de fast foods também são gastos recorrentes e que devem ser contabilizados para conseguir economizar.

Fazer uma planilha de ganhos e gastos

Como dito anteriormente, registrar os gastos é essencial para que se possa executar todas as práticas de economia familiar.

Cada família tem suas peculiaridades, mas, em geral, esses dados devem estar inclusos:

  • Renda;
  • Aluguel ou prestação do imóvel;
  • Água;
  • Luz;
  • Gás;
  • Internet;
  • Telefone;
  • Alimentação: dentro e fora de casa;
  • Saúde;
  • Lazer e bem-estar.

Existe sempre a dúvida de como calcular o valor da luz, por exemplo, se ela sempre sofre uma variação.

Nesse caso, deve-se fazer uma média dos últimos 6 meses e considerar esse valor como base.

Além disso, ainda existem alguns custos anuais, como IPVA, IPTU, seguro do carro, matrícula e material escolar. A melhor solução é dividir o valor total da despesa por 12 e considerá-lo como um gasto mensal.

Por outro lado, ainda existem aquelas despesas que ocorrem de forma inesperada, como conserto de automóveis, presentes, custos de inscrição de atividades ou algo do gênero.

Para isso, é necessário dispor de uma reserva de emergência e proteger os investimentos durante a pandemia de coronavírus, conseguindo dessa forma economizar sua renda.

Com todos esses dados em mãos, agora chegou o momento de registrar em alguma ferramenta.

Hoje em dia, os mais utilizados para este fim são o Google Drive ou Excel, mas também podem ser utilizados apps para IOS ou Android, como Guia Bolso ou Jimbo.

Enxugar os gastos

Nessa fase, será feita uma análise pessoal de quais gastos serão substituídos, trocados ou diminuídos.

Existem alguns exemplos de atitudes que podem ajudar a economizar e devem ser tomadas nessa situação:

  • Vender móveis, eletrônicos, roupas ou utensílios que não usa mais
  • Reduzir o pacote de TV a cabo, internet ou plano de celular
  • Revisar preços de seguros e tarifas de bancos
  • Reduzir os juros de dívidas

Criar uma lista de compras completa

Existe algo que faz com que se gaste demais em coisas supérfluas, chamado de compras por impulso, que é quando se compra uma bala ou barra de chocolate no supermercado apenas por ser de fácil acesso.

Entretanto, comprar dessa maneira faz com que gastos esporádicos se tornem frequentes e que se invista o dinheiro em coisas e produtos desnecessários.

Para evitar esse comportamento, é indicado fazer uma lista de compras ao ir a determinado estabelecimento. Desse modo, somente o necessário será comprado e o desejo consumista será saciado.

São exemplos de itens que podem entrar na lista de compras:

  • Alimentação: feijão, arroz, açúcar, sal, macarrão, etc;
  • Higiene: sabonete, shampoo, condicionador, creme dental, desodorante, etc;
  • Limpeza: sabão em pó, detergente, água sanitária, esponjas, desinfetante, etc;
  • Utilidades domésticas: papel toalha, guardanapo, lâmpadas, fósforo, papel alumínio, etc.

Pague as contas no mesmo dia online

Praticamente todas as despesas possuem a opção de troca do dia de pagamento.

Utilize desse benefício e pague todas as contas em um único dia.

Pode ser que uma conta ou outra não dê para ser paga dessa forma. Nos dias atuais, existe a opção de pagar contas em débito automático, que ainda disponibiliza desconto para quem se utiliza dessa prática.

Ou ainda, poderá ser programado o pagamento de todas suas faturas e boletos. Dessa forma, o pagamento é realizado e não poderá utilizar o valor já debitado.

Parar de usar cartão de crédito

O famoso cartão de crédito é uma verdadeira salvação para quem possui uma renda baixa e muitas dispensas.

Para o banco, é seu maior rendimento. Para o consumidor, seu maior desespero.

Segundo o Idec (Instituto de Defesa do Consumidor), as taxas de juros do plano rotativo do cartão de crédito no país giram em torno de 450%.

Diante disso, fica claro que o uso cartão de crédito, principalmente em tempos de crise, está descartado.

Existe sempre a dúvida de como honrar os compromissos, se o cartão é o que ajuda a executar todas essas tarefas. Porém, seguindo todos os passos anteriores é possível chegar ao sucesso econômico.

Dessa forma, é possível juntar um pequeno capital de segurança, montar uma reserva de emergência provisória e não depender exclusivamente do cartão de crédito.

Comprar produtos usados

Na era digital é muito fácil fazer negócio, seja para comprar ou vender.

Em tempos de escassez, comprar produtos usados pode ser uma ótima escolha para economizar.

Para alguns, produto usado é sinal de coisa ruim, velha ou gasta.

Entretanto, existem muitas opções de materiais reutilizados de qualidade na internet.

Dentre os locais que podem ser feitas as transações, aqui estão os 5 maiores sites que podem ser utilizados:

  • OLX
  • Estante Virtual
  • Mercado Livre
  • Que Barato
  • Enjoei

Investir em consertos para economizar

Dentre alguns serviços que têm ganhando notoriedade em tempos de crise, reformas e consertos são um dos mais procurados.

Caso seja necessário trocar eletrodomésticos, eletrônicos ou até móveis, repensar essa atitude e investir em consertos pode ser uma boa opção.

Rever planos de fidelidade

Planos anuais de academia, site de notícias pagos ou canais fechados de luta são chamados de planos de fidelidade. Com poucos recursos, é necessário analisar se esses serviços são realmente necessários ou devem ser descartados.

Esse é um dos passos mais chatos e demorados, porém pode trazer grande economia a curto e médio prazo.

Procurar novas fontes de renda

Parece óbvio dizer que quando existem muitas despesas e pouca renda, o ideal é ganhar uma renda extra para economizar.

A primeira parte para isso é descobrir alguma habilidade. Logo após, encontrar uma função em que consiga desempenhar os serviços e ser pago por isso.

A lista pode ser infinita, mas aqui estão algumas das opções para seguir:

  • Ser motorista de aplicativo;
  • Entregar compras por aplicativo;
  • Entregar comida por aplicativo;
  • Vender receitas, doces ou salgados;
  • Alugar casa por aplicativo;

Analisar as habilidades, tempo disponível e meios técnicos é essencial para procurar novas fontes de renda, já que a meta é ganhar renda extra investindo o mínimo possível.

Siga a página Negócios
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!