Curiosamente, a Amazon Prime Video estreou a série "Utopia" nos outros países no dia 25 de setembro. No Brasil, porém, a série chegou somente no mês seguinte.

A empresa concorrente da Netflix não explicou o porquê desta estratégia, talvez tenha feito isso para que a série não estreasse no país no mesmo momento em que o Brasil estava no auge da pandemia do novo coronavírus, pois a trama fala sobre um vírus mortal.

A trama

A série inicia com um jovem casal que chega a casa que foi deixada pelo avô da jovem mulher. Revirando os papéis que estavam na casa, eles encontram vários desenhos que parecem que fazem parte de uma história em quadrinhos.

Ao pesquisarem se os estranhos desenhos têm algum valor, eles descobrem se tratar de uma obra clássica de autor desconhecido chamada Utopia, uma espécie de lenda urbana.

Eles então decidem levar Utopia para uma convenção de quadrinhos estilo Comic-Con e tentam lucrar com a obra.

A revista mostra enigmáticos desenhos que, em teoria, revelaria grandes segredos, como a revelação de vários vírus que já causaram pandemias, assim como a revelação de um novo vírus que ainda estaria por vir.

Os aficionados por Utopia se dividem basicamente em fãs de quadrinhos interessados neste item de colecionador e um outro grupo que são adeptos de teorias da conspiração que pesquisam os significados ocultos dentro de Utopia.

Mas, além dos fãs de quadrinhos, a revelação da obra perdida chama também a atenção de uma organização secreta, que sabe que são verdadeiras as teorias contidas na obra, e todos aqueles que tiveram algum tipo de contato com Utopia, são assassinados.

A série acompanha um grupo de amigos que passaram um ano debatendo online as teorias de Utopia.

Eles somente se conheceram no dia em que estiveram na convenção de quadrinhos para tentar comprar Utopia.

A partir de então, eles começam a ser perseguidos pelo culto que quer esconder a verdade contida na obra. Eles conseguem sobreviver com a ajuda da personagem que é vista na história em quadrinhos, Jessica Hyde, e que eles descobrem que é real.

Saudade de 'The Boys', não é mesmo?

Em um primeiro momento, "Utopia" parece ter potencial para entreter quem está aguardando a terceira temporada de "The Boys", pois a nova produção da Amazon também apresenta uma violência gráfica, que funciona até melhor do que o que é visto em "The Boys".

"Utopia" também lembra obras como "Stranger Things", da Netflix, e a cinessérie "Kick-Ass". Entretanto, a alegria inicial se dissipa com uma série de facilitações do roteiro (principalmente no último episódio) e uma construção de personagens fraca. Por isso, apesar de seus bons momentos, a série acaba se perdendo. Agora, resta saber se ela terá uma continuação para fechar a trama rocambolesca.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Seriados
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!