A Riot Games (especializada em eSports) disponibilizou nesta terça-feira (5), no Brasil, a versão beta de seu novo lançamento: "Valorant". O jogo de FPS vem atingindo picos recordes de visualização na Twitch TV (plataforma de streaming). Até então, o beta fechado só estava disponível na Europa, Turquia, Rússia, Canadá e Estados Unidos.

O lançamento da desenvolvedora de League of Legends promete ser um novo concorrente dos clássicos "Counter-Strike Global Offensive" (Valve) e "Overwatch" (Blizzard). "Valorant" possui um sistema anti cheat que lembra o da Valve (muitas vezes criticado pelos jogadores).

Com um design puxado para o lado cartoon, e gameplay semelhante aos grandes FPSs de computador, "Valorant" chegará ao mercado gratuitamente e com uma intenção clara: permitir a jogabilidade na maioria dos computadores.

A história do game é baseada em agentes humanos com superpoderes, com a missão de defender o planeta de uma grande ameaça. A partida é composta por 24 rodadas de confronto entre duas equipes de 5 jogadores cada, uma equipe deve plantar a bomba, enquanto a outra deve tentar desativá-la. O jogo começa com um Pistol Round e, após este, os players ficam livres para comprar as armas desejadas limitando-se ao dinheiro adquirido na rodada anterior. No 12.º round, os times trocam de lado.

Vence o grupo que atinge os 13 pontos primeiro.

"Valorant" contará com 12 agentes, cada um terá 4 habilidades especiais exclusivas, e suas armas poderão ser compradas no início dos confrontos. Em seu Twitter, a Riot revelou que a origem dos personagens do game será revelada gradualmente durante futuras atualizações, deixando o assunto aberto às teorias criadas pelos próprios fãs.

O game da categoria ESports ainda está na beta, mas já vem gerando grandes polêmicas: players de "Counter-Strike" acusam a empresa de plágio, enquanto os defensores alegam que "Valorant" virá para substituir o "CS GO" e revolucionar o mercado.

Como conseguir acesso à versão beta?

Alguns brasileiros já estavam com acesso ao beta fechado de "Valorant" anteriormente à liberação da versão de teste no Brasil. Isso foi possível, pois os players ansiosos utilizaram de serviços VPN em seus navegadores para antecipar a jogatina. Contudo, o ping desses jogadores chegava a cerca de 150ms em cada partida. A partir de hoje será possível jogar o game sem lag e sem VPN.

Para conseguir jogar a versão beta de "Valorant" deve criar uma conta na Riot Games dentro do site oficial do jogo. Após isso, é possível instalá-lo no computador.

Entretanto, para poder jogar, o player precisará de uma chave para o game, que pode conseguir vinculando a sua conta da Riot com a da Twitch.

Feito isso, deve assistir às lives com os Drop keys ativos. Em sua maioria, são transmissões de europeus ou americanos. Quanto mais tempo assistindo, maiores são as suas chances de conseguir uma key.

Para verificar se conseguiu uma chave ou não, basta voltar ao site do "Valorant" e clicar em “Confira seu status”, caso apareça que entrou na beta, está tudo pronto para jogar, se a mensagem for “Ainda não”, continue assistindo a lives até ganhar a key.

**Uma dica dos players é deixar o computador rodando algumas transmissões com os Drops durante a madrugada, é quase certo que conseguirá alguma chave até o dia seguinte.

Valorant vai rodar em qualquer computador?

A Riot Games promete a jogabilidade na maioria dos computadores, sejam eles de baixo ou alto orçamento.

Então sim: "Valorant" vai rodar em PC fraco.

Aqui vão os requisitos sugeridos pela desenvolvedora:

·Configurações mínimas – aprx. 30 FPS

-CPU: Intel Core 2 duo E8400

-GPU: Intel HD 3000

·Configurações recomendadas (médias) – aprx. 60 FPS

-CPU: Intel i3-4150

-GPU: Geforce GT 730

·Configurações de alta qualidade (alto) – aprx. 140 FPS

-CPU: Intel core i5-4460 3.2 GHz

-GPU: GTX 1050 Ti

·Requisitos do hardware:

-Windows 7, 8 ou 10

-4gb de RAM

-1gb de VRAM (vídeo)

Siga a página Tendências
Seguir
Siga a página Tecnologia
Seguir
Siga a página ESports
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!