Durante o inverno, as frieiras voltam a estar em destaque nos cuidados com saúde e beleza. Mas há diversos estudos que sugerem tratamentos alternativos que podem resolver o problema.

Eles podem ser feitos a qualquer momento e exigem pouco tempo. Soluções domésticas e remédios de baixo custo podem ser utilizados. As frieiras devem ser evitadas não somente por serem incomodas, mas podem provocar problemas de saúde.

A frieira, também chamada de pé de atleta é uma infecção nos pés. Ele é provocado por um fungo.

Se ouvir alguém falar sobre a Tinea Pedis, saiba que a pessoa está falando sobre a popular e desagradável frieira. É uma doença que pode durar pouco tempo, ser facilmente curada e, voltar novamente sem avisar.

Não abra as portas de seu corpo para a Tinea, ela não é boa visitante, costuma deixar sequelas. Ela ataca os tornozelos, as palmas e entre dedos dos pés e das mãos, sendo o ataque aos pés mais severos, porque os pés permanecem mais tempo fechados. Para quem é curioso e procura anais médicos, os anais brasileiros de dermatologia fazem um relato completo, recheado de nomes científicos, ininteligíveis para o leigo e inclusive para alguns especialistas, principalmente aqueles que trabalham na Medicina alternativa.

Como mandar a Tinea embora? Através de algumas medidas simples! Comece com estes cuidados básicos:

· Evitar utilizar sapatos fechados, principalmente os de plástico;

· Quando for a um banheiro público, em chuveiros ou piscinas públicas, redobre os cuidados e use sandálias ou chinelos;

· Seque bem os pés após cada banho ou atividade em que eles fiquem molhados (pegar uma chuvarada é um bom exemplo);

· Se você sua, muito procure um especialista;

· Troque as meias com frequência mesmo que elas pareçam limpas e sem odor;

· Evite ficar coçando o pé (ou mãos) até que elas fiquem laceradas, principalmente entre os dedos.

Um pó secativo ou antifúngico é o único remédio autorizado, mas ainda assim recomenda-se uma consulta ao médico.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Tendências

Quer saber se está com frieira? Coloque seus pés e mãos abertos e sobre alguma superfície e verifique o espaço entre os dedos e a sola dos pés. Para pessoas que são boas observadoras, o diagnóstico é imediato.

Os sintomas são pele avermelhada; sensação de coceira intensa, queimação ou dor; existência de bolhas que furam e provocam incômodo. É preciso tratar a tempo, antes que os fungos se espalhem para as unhas, que podem ficar descoloridas, quebrar ou ficar farinhentas.

As recomendações são poucas e o tratamento é simples, por isso evite que a Tinea faça morada em seus pés e mãos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo